Quarta-Feira, 18 de Setembro de 2019, 11h:42

Tamanho do texto A - A+

Blairo: “Não vou disputar eleição e não vou me envolver no processo”

Por: PAULO COELHO

O ex-ministro da Agricultura Blairo Maggi (PP), colocou um ponto final nas discussões que vinham sendo travadas nos bastidores políticos, nos últimos dias, quanto a uma possível candidatura dele ao Senado, caso seja confirmada pela Justiça a realização de uma eleição suplementar no Estado.

Alan Cosme/HiperNoticias

blairo maggi

 Blairo diz que não vai se envolver em política

A vaga pode ser aberta por força da cassação do mandato da senadora Selma Arruda (PSL), já confirmada, por unanimidade, pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) e que aguarda julgamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Vale lembrar que há inclusive a recomendação da Procuradoria Geral da República para que o TSE mantenha a cassação de Selma e determina a realização urgente de uma nova eleição para senador em Mato Grosso.

“Não vou disputar a eleição e isso já é uma decisão tomada. E também não vou me envolver no processo político. Estou tocando minha vida normalmente”, declarou Blairo, em entrevista ao HNT/HiperNotícias.

Maggi é conhecido como o 'rei da soja' e já figurou na lista de bilionários da Forbes, como dono de uma fortuna da ordem de 1,2 bilhão de dólares. Ele encerrou, no final de janeiro de 2019, seu mandato de oito anos como senador da República, do qual se afastou na reta final, para ser ministro da Agricultura do governo Michel Temer (MDB). Ele também foi governador de Mato Grosso por dois mandatos (2003 a 2010).

“Vou esperar terminar tudo, depois as lideranças vão ter que direcionar esse negócio. Porque na outra eleição já saiu muita gente, e deu no que deu. Então, numa possível eleição suplementar, acredito que os que disputaram seriam aqueles que teriam uma  disposição maior para esse tipo de vontade. Eu mesmo não vou, e não quero nem participar e nem opinar sobre esse assunto”, emendou.

Blairo, embora questionado, não fez menção ao amigo e compadre dele, Adilton Sachetti, que ao HNT/HiperNotícias, disse que buscará o apoio de Maggi para disputar a eventual eleição suplementar.

Porém, Sachetti, que ficou em 4º lugar na disputa ao Senado em 2018, quando obteve 333 mil votos, vai insistir no apoio do ex-ministro. Um encontro entre ambos deve ocorrer até a próxima semana para tratar do assunto.

Depois que deixou a vida pública, no início deste ano, Blairo Maggi tem se dedicado às suas atividades empresarias, mas não deixou de prestigiar seus amigos políticos. Em recente evento de inauguração do asfaltamento de uma rodovia estadual (entre Campo Verde e Paranatinga), Blairo enalteceu apoio e admiração ao governador Mauro Mendes (DEM).

A última investida do ex-ministro, foi uma tranquila viagem com amigos aos Estado Unidos onde foi conhecer as inovações tecnológicas, especialmente quando essas têm algum emprego direto ao agronegócio, como exemplo, o hambúrguer feito de vegetais ou, a carne de frango feita totalmente em laboratório.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei - 1