Sábado, 21 de Setembro de 2019, 14h:04

Tamanho do texto A - A+

Durante encontro com 13 partidos, Emanuel não assume candidatura à reeleição, mas fala em força política

Por: FERNANDA ESCOUTO

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), reuniu neste sábado (21), 13 partidos aliados à sua gestão. Chamando o grupo de “maior força partidária de Cuiabá”, o emedebista agradeceu o apoio, mas não confirmou se vai à reeleição nas eleições do ano que vem.

Alan Cosme/HNT/HiperNoticias

emanuel pinheiro/HMC/3 fase

 

“Eu não sei se sou candidato à reeleição. Não é jogo de palavras, não é jogo de cena. Mas sinceramente eu não penso nisso. Eu só penso em Cuiabá, na minha de gestão. Quero deixar 2020 para 2020. Até porque sei que se eu antecipar o processo, não vou estar contribuindo em nada para a gestão da Capital”, disse o prefeito, argumentando também um pedido de sua esposa, Márcia Pinheiro, que não quer que ele se candidate.

O encontro promovido pelo partido de Pinheiro, no Hotel Fazenda Mato Grosso, contou com lideranças do PV, PP, PTB, PRTB, PSD, PSDB, PL, PSC, PSB, PMB, Republicanos e Avante. Cerca de mil pessoas estiveram no local.

“Esse patrimônio político, de 13 partidos, estão apoiando o que estou fazendo em Cuiabá, sem o toma lá, dá cá. Por exemplo, o PRB, partido do Adilson Sachetti, que é a 5ª ou 6ª bancada da Câmara Federal, quer apoiar a gestão humanizada do prefeito Emanuel Pinheiro e não está pedindo cargos”, destacou Pinheiro.

Justificando o motivo do apoio das 13 siglas, o chefe do Executivo Municipal ressaltou que todos estariam no “ritmo do Blairo Maggi”.

Nesta sexta-feira (20), o ex-governador Blairo Maggi, em uma breve avaliação da gestão municipal, disse que Pinheiro poderia vir à reeleição pois vem se destacando, realizando um ótimo trabalho à frente da Prefeitura de Cuiabá.

“Eu fico muito orgulhoso. Esse legado eu não abro mão, é do nosso grupo político que é muito forte. Fico muito feliz, muito lisonjeado. Quando eu li a entrevista do Blairo me deu vontade de sair correndo de alegria, até porque o Blairo não é homem de expressar sentimento e opinião de nada”, brincou.

Pinheiro finalizou dizendo que até o início de abril irá decidir se irá ou não à reeleição. “Eu jamais vou deixar para a última hora, no mais tardar seis meses antes das eleições, para que se prepare alguém do grupo, com perfil, com condições de dar sequência a esse grande projeto de amor por Cuiabá”.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei







Mais Comentadas