Sexta-Feira, 13 de Julho de 2012, 10h:05

Tamanho do texto A - A+

Ganso ganhará R$ 500 mil de salário no Inter e 'costura' contrato de quatro anos

O ordenado do meia será o mais alto do elenco gaúcho, superando Leandro Damião e Forlan, recém contratado do time gaúcho

Por: PORTAL UOL

 

G1

Os investidores e dirigentes do Inter iniciaram as conversas na última sexta-feira e devem concretizar os detalhes do contrato de Ganso apenas na próxima semana

 

O Santos ainda não definiu o valor que pedirá pelos 45% dos direitos econômicos, mas a DIS, braço esportivo do Grupo Sonda, e os dirigentes do Internacional já "costuram" o possível contrato do camisa 10 com o clube gaúcho. Foi apurado que o jogador deve ganhar cerca de R$ 500 mil de salário e pode assinar um contrato de quatro temporadas em Porto Alegre.

MOVIMENTAÇÕES DO MERCADO DA BOLA

Desta forma, Ganso pode triplicar seu salário em relação ao ordenado que ganha no Santos, já que recebe R$ 130 mil na Vila Belmiro. O ordenado do meia será o mais alto do elenco gaúcho, superando Leandro Damião, D’Alessandro e até o uruguaio Forlán, recém chegado ao clube.

Os investidores e dirigentes do Inter iniciaram as conversas na última sexta-feira e devem concretizar os detalhes do contrato de Ganso apenas na próxima semana.

Inter e DIS também não decidiram sobre a divisão dos direitos econômicos do jogador. A porcentagem dos gaúchos dependerá do investimento do clube na compra dos 45% do Santos. Caso não desembolse nenhum valor, o Internacional só terá direito a uma porcentagem do lucro em uma futura negociação do atleta com o futebol europeu.

As duas partes não concretizaram os moldes do contrato, pois aguardam a contraproposta do Santos em relação ao valor oferecido pelos 45% dos direitos econômicos. No último final de semana, DIS e Inter apresentaram uma proposta oficial ao presidente Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro.

O mandatário se reuniu com o Comitê de Gestão do Santos na última quarta-feira para avaliarem a proposta. Após uma longa reunião, os santistas rejeitaram a primeira oferta, mas prometeram fazer uma contraproposta até a próxima semana.

A ideia de Delcyr Sonda é comprar os 45% e repassar o jogador ao clube gaúcho, time de coração do empresário.

A multa rescisória para transferências internas, caso do Internacional, está estipulada em R$ 53 milhões. Desta forma, o Grupo Sonda teria que desembolsar R$ 23,8 milhões, valor equivalente aos 45% dos direitos econômicos que o Santos possui do atleta, caso o clube não abra mão do valor total da multa.

Entretanto, o Santos não está relutante em negociar Ganso. Na reunião, a cúpula reconhece a dificuldade dos investidores em pagar o valor total e, por isso, não descartam negociar o jogador por quantia abaixo da multa rescisória.

Credito: G1
Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto




Últimas Notícias





Mais Comentadas