Quarta-Feira, 21 de Agosto de 2019, 18h:00

Tamanho do texto A - A+

Com sugestões de Oswaldo, Fluminense terá mudanças para duelo com o Corinthians

Por: CONTEÚDO ESTADÃO

Oswaldo de Oliveira só será apresentado no Fluminense na segunda-feira, mas o treinador já acompanhou o treino desta quarta-feira e até sugeriu mudanças na equipe, que vai enfrentar o Corinthians, nesta quinta-feira, em São Paulo, no jogo de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana.

"Ele já ajudou um pouco no treinamento para o jogo da Sul-Americana, já está contribuindo", disse o auxiliar técnico Marcão, que vai dirigir o time na Arena Corinthians, durante entrevista coletiva.

Oswaldo quer um time mais experiente e por isso planeja utilizar Nenê e Wellington Nem nos lugares de João Pedro e Marcos Paulo. "A gente quer dar um pouco mais de segurança ao time, espero que a gente consiga já nesse jogo", afirmou Marcão.

Com isso, uma formação provável para o Fluminense encarar o Corinthians: Muriel; Igor Julião, Nino, Digão (Frazan) e Caio Henrique; Allan, Daniel e Ganso; Nenê, Wellington Nem (Marcos Paulo) e Yony González.

"O Oswaldo pra gente é uma pessoa especial, amigo. Profissionalmente um vencedor, tem muita coisa pra contribuir. Eu tenho certeza que os meninos vão aproveitar bastante", disse Marcão, que teve a companhia do novo treinador ao lado em boa parte do treinamento.

O técnico interino também elogiou o trabalho de Fernando Diniz, demitido na última segunda-feira. "Nosso primeiro encontro foi muito bom, o Oswaldo se faz entender rápido. Do Diniz vamos aproveitar tudo. Vamos dar continuidade no projeto que o Diniz começou, remodelando com o que Oswaldo pensa".

Para comentar da boa relação com Oswaldo, Marcão lembrou do período em que foi dirigido pelo treinador. "Foi uma experiência maravilhosa na minha vida, eu era atleta e o Oswaldo me ensinou demais. Em termos de grupo, de vestiário, vão ter momentos que os meninos vão correr por ele. Eu tenho certeza que vamos levar coisas valiosas já para o jogo contra o Corinthians."

Apesar de estar nas quartas de final da Sul-Americana, o Fluminense faz péssima campanha no Campeonato Brasileiro e está na 18ª colocação, à frente apenas de CSA e Avaí. Mas Marcão projetou a recuperação com a chegada de Oswaldo.

"A gente está numa posição no Brasileiro que todos têm consciência de que não é nossa. O jogo do Fluminense é extremamente bonito, com 60, 70% de posse de bola e a gente não vai abrir mão disso. O Oswaldo vai trazer a segurança para os nossos atletas", completou Marcão.

(Com Agência Estado)
Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei