Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 10h:36

Tamanho do texto A - A+

Max Russi pede que bancada federal atue em defesa dos produtores rurais

Deputado quer que Ministério da Agricultura amplie descontos para pagamentos de dívidas.

Por: REDAÇÃO

Pequenos produtores, adimplentes com operações de créditos rurais do Programa Nacional de Crédito Fundiário de Mato Grosso (PNCF), estão encontrando dificuldades para conseguirem a quitação de suas dívidas. A proposta, apresentada nessa terça-feira (12) pelo primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, deputado Max Russi, é direcionada à Superintendência do Ministério da Agricultura, Pecuária e Pesca de Mato Grosso, para que sejam aplicados os descontos para pagamento de dívidas a esses mutuários.

 

JL Siqueira

Deputado Max Russi

 

O parlamentar foi procurado por representantes do Assentamento São Francisco de Assis, de Jaciara, que alegaram estarem sendo prejudicados em virtude das leis federais nº 13.340/2016, 13.606/2018 e 13.729/2018, que concederam descontos de até 90% a inadimplentes e apenas 20% para os que pagam suas contas em dia.

Em resposta, Max Russi fez uso da tribuna, durante a sessão plenária, e externou as cobranças à bancada federal.

"Aqueles que pagaram a sua prestação estão com dificuldade e não conseguem ter o mesmo benefício daqueles que não conseguiram pagar a sua prestação. Sei que é algo que tem ser resolvido em Brasília, cobrando os deputados federais de nossa bancada e os três senadores, para que olhem com atenção esse problema", discursou.

Só em Mato Grosso, o PNCF atende 7830 famílias, com o total de 605.830 hectares de terras financiadas. São mais de R$ 237 milhões em recursos investidos para promover o assentamento das famílias em 55 municípios do estado, entre 2002 e 2012, com a reabertura em 2018 de 4 projetos pilotos. "Precisamos ser justos com quem trabalha muito e busca sempre quitar suas dívidas", propôs o deputado.

 

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei