Quinta-Feira, 16 de Maio de 2019, 11h:10

Tamanho do texto A - A+

"Por que reduzir pela metade, se ele pode optar por não receber nada?”, diz Janaína Riva sobre redução de VI

Presidente interina da ALMT criticou o colega de Parlamento, Ulysses Moraes, autor do projeto.

Por: FERNANDA ESCOUTO

A presidente interina da Assembleia Legislativa (ALMT), deputada Janaína Riva (MDB), fez duras críticas ao seu colega de Parlamento e autor do Projeto de Lei que diminui a Verba Indenizatória (VI) pela metade, Ulysses Moraes (DC), a quem ela chamou de demagogo. Riva afirmou ainda que irá expor os nomes de quem se comprometer a devolver a VI e não cumprir.

Alan Cosme/HiperNoticias

Janaina riva

 

Conforme a deputada, além do Projeto de Lei 72/2019 ser totalmente inconstitucional, pois deveria ter partido da Mesa Diretora, é também uma proposta que fere a autonomia dos parlamentares.

“Acho que cada deputado deve escolher quanto quer receber. Essa demagogia de deputado que quer reduzir pela metade, não faz sentido. Por que reduzir pela metade, se ele pode optar por não receber nada?”, questionou a presidente interina, explicando que já existe uma regulamentação que dá o direito ao deputado de escolher o valor que quer receber, de R$ 0 a R$ 65 mil.

“Tem gente que vota para diminuir em 50%, mas opta por receber R$ 65 mil. Quem pede esse valor de VI tem que ser homem o suficiente para admitir que isso é para o seu trabalho [...] Eu não gosto de hipocrisia e aqueles que se manifestarem pela devolução, eu vou cobrar que devolvam de verdade. Ou eles honram ou serão expostos pela Assembleia”, completou.

Janaína afirma que a postura do colega Ulysses é de apenas “jogar para plateia”. Ela também ressalta que será apresentado um substitutivo integral à proposta.

Hoje, a Verba Indenizatória paga aos parlamentares estaduais é de até R$ 65 mil. Caso o projeto de lei seja aprovado em plenário e sancionado pelo governo do Estado, o valor será reduzido para R$ 32,5 mil.

“Você não pode comparar um deputado com o outro e sua forma de trabalhar. Tem deputados que são do interior e usam mais a VI e tem deputados que não usa nada. Tem deputado que mora com o pai e com a mãe, tem deputado que não faz mais nada da vida, além de ser deputado. Esse não pode ser comparado com o político que vive na sua base, que tem trabalho com audiências públicas, que faz e acontece. Deputado não pode ser analisado pelos eu valor da VI, mas sim pela produtividade”, disse Janaína.

“Tem deputado que eu acho não vale nem mil reais, então ele poderia optar por não receber nada, que ele contribuiria muito mais para o Estado”, finalizou.

Na última quarta-feira (15), a Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária (CFAEO), aprovou por 3 a 2, o Projeto de Lei 72/2019, que reduz em 50% a VI dos deputados estaduais.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei - 4

Leia mais sobre este assunto




3 Comentários

Thomas Morus - 17/05/2019

Qual inovação deputada Janaína a senhora trouxe para o povo, além ficar os quatro anos passados jogando pedra no ex-governador, não que ele não merecesse e defender o RGA. Diga? Quantos projetos de lei a senhora apresentou e aprovou que impactam realmente a sociedade? O Jovem Ulysses está deputado apenas três meses e já apresentou projetos relevantes, mas vocês é que não querem aprovar, antes querem continuar a surrupiar o povo. Diga também, se tiver coragem como gastou e como está gastando o dinheiro público. ($65 mil de VI + 12 mil combustível + avião + $85 mil para contratar funcionários + 5 carros) A VI de Mato Grosso é do DOBRO do resto do país e o único livre de prestação de contas, contrariando a Constituição da República. O Deputado Ulysses Moraes é o único nessa casa que está merecendo o respeito da população, sabemos que ele vai sofrer, mas como pedra preciosa que é precisar aguantar o fogo, a esfoliação, depois ficará mais forte e mais belo aos olhos do povo, que não aquenta mais essa roubalheira

Thomas Morus - 16/05/2019

Qual a inovação deputada Janaína a senhora trouxe para o povo, além ficar os quatro anos passados jogando pedra no ex-governador, não que ele não merecesse e defender o RGA. Diga? Quantos projetos de lei a senhora apresentou e aprovou que impactam realmente a sociedade? O Jovem Ulysses está deputado apenas três meses e já apresentou projetos relevantes, mas vocês é que não querem aprovar, antes querem continuar a surrupiar o povo. Diga também, se tiver coragem como gastou e como está gastando o dinheiro público. ($65 mil de VI + 12 mil combustível + avião + $85 mil para contratar funcionários + 5 carros) A VI de Mato Grosso é do DOBRO do resto do país e o único livre de prestação de contas, contrariando a Constituição da República. O Deputado Ulysses Moraes é i único nessa casa que está merecendo o respeito da população, sabemos que ele vai sofrer, mas como pedra preciosa que é precisar aguantar o fogo, a esfoliação, depois ficará mais forte e mais belo aos olhos do povo, que não aquenta mais essa roubalheira.

Engana que eu gosto! - 16/05/2019

Se o deputado pode escolher o quanto quer receber por saber quanto vai gastar, então pode muito bem também transparecer seus gastos indenizatórios, não se esconder por de trás de uma recomendação do TCE-MT que vai contra a lei federal de transparência. Demagogia é falar que se importa com o gasto de dinheiro publico mas não faz nada neste sentido para demonstrar isso e hipocrisia é querer expor os colegas mas usar todos os 65 mil reais disponíveis de verba indenizatória todo mês. Esta mostrando que é um Riva mesmo, de alma e sangue.

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA