Sexta-Feira, 17 de Maio de 2019, 19h:07

Tamanho do texto A - A+

Mendes: “Não posso pagar coisas do passado e deixar atrasar o presente”

AMM atualiza valor da pendência do Estado junto aos municípios. Maior parte é de gestões passadas, mas relatório aponta atrás o de janeiro e fevereiro de 2019.

Por: PAULO COELHO

Passa de R$ 200 milhões a dívida que o governo do Estado tem com os municípios, somente quanto aos repesasses obrigatórios da Saúde Pública. Relatório da AMM – Associação Mato-grossense dos Municípios, revela que de 2016 até os dias atuas, a pendência nos repasses  chega a R$ 208.927.375.04.

Alan Cosme

mauro mendes mao fechada

 

O governo, por meio da Secretaria de Estado de Saúde, tem afirmado  que, na atual gestão, não há  qualquer atraso nos repasses. Porém, relatório da equipe técnica da AMM, mostra que há ausência de transferência quanto aos dois primeiros meses de 2019.

“Não posso ficar pagando coisas do passado e deixar atrasar o presente. O governo tem feito esse esforço de colocar as coisas em dia, de colocar o pagamento [ dos servidores] dentro do dia 10, melhorar o pagamento para seus fornecedores e aos municípios”, disse o governador ao HiperNotícias.

Apenas depois de ganhar esse fôlego fiscal, que o Estado persegue desde janeiro passado, início da atual gestão, é que o governo pretende elaborar um cronograma de pagamento às dívidas antigas, de gestões passadas.

“Conseguindo esse equilíbrio, nós precisamos investir no cidadão e também fazer investimento de uma parte dos recursos  para liquidar esse passado, que é um direito das pessoas receberem. Agora,  eu tenho certeza que estamos fazendo uma lição dura de casa, para atingir esse equilíbrio”, salientou o governador.

Distribuído, o valor global da dívida alegada pela AMM, considera R$ 97.309.602.09, mais R$ 111.617.772,95.

 

AMM - Divulga??o

grafico amm divida

 


 

 

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto




Últimas Notícias