Sexta-Feira, 20 de Setembro de 2019, 14h:16

Tamanho do texto A - A+

Furtos e falta de água afetam Ciretran, denuncia deputado

Por: DA REDAÇÃO

policia civil viatura

O cidadão que vai até a 28ª Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran), em São José dos Quatro Marcos (a 300 km a oeste da capital), não consegue beber água. Também não tem acesso à senha. Além disso, a estrutura da unidade está precária e precisa de melhorias estruturais e de mobiliário.

O que mais preocupa o deputado estadual Dr. Gimenez (PV), que esteve com a equipe gestora do Departamento Estadual de Detran na manhã dessa quinta-feira (19), é o investimento na segurança do local, pois tem havido semanalmente de um a dois furtos na instituição. “Além de gerar desconforto a servidores e usuários, também provoca um dano ao próprio poder público”. 

Dr. Gimenez cobrou agilidade na contratação de segurança e solicitou que outras medidas fossem tomadas, como colocar concertina de arame espiral, refletores e sensor de movimento, de modo a evitar a continuidade de ações criminosas na unidade. “Nossa equipe da região está disposta a ajudar com isso, pois é uma demanda importante para a população”, argumenta.

Com um relatório em mãos, o parlamentar explicou que havia ainda uma demanda por recolhimento de móveis velhos e estragados, bem como necessidade de pintura. A sugestão é utilizar mão de obra oriunda de parceria com o sistema prisional, a exemplo do que fazem prefeituras e outros órgãos públicos estaduais. 

O diretor-executivo do Detran de Mato Grosso, José Eudes Santos Malhado, pontuou que as solicitações são pertinentes e que serão atendidas, pois há previsão de recursos para as obras. “Estamos aguardando andamento dos processos pela nova diretoria regional”. Também participaram da reunião Danilo Vieira, responsável pela área de Tecnologia de Informação (TI), e Paulo Henrique, diretor administrativo e sistêmico.  

“Tenho cobrado insistentemente ao governo maior atenção nas ações de segurança aos municípios da região oeste, pois ficam na fronteira com a Bolívia e estão em uma localização estratégica para roubos e furtos. É preocupante que uma instituição desta magnitude, grande arrecadadora, não consiga ter condições mínimas de atendimento e segurança”, afirma o deputado estadual, que é de Quatro Marcos.

No mês de junho, Dr. Gimenez fez uma indicação cobrando a instalação de câmeras nos pátios e dependências das Ciretrans, em municípios como Quatro Marcos, Araputanga, Mirassol D’Oeste e Pontes e Lacerda, devido ao trabalho ostensivo de fiscalização. “A instituição precisa ter um sistema básico de segurança que resguarde servidores, vamos continuar cobrando essas melhorias”.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei - 1