Quinta-Feira, 20 de Setembro de 2018, 09h:53

Tamanho do texto A - A+

Copa do Mundo em Cuiabá foi um "erro histórico", diz Pedro Taques

Por: LEONARDO HEITOR

Em entrevista à Rádio Vila Real, o governador Pedro Taques (PSDB) afirmou que a realização de jogos da Copa do Mundo em Cuiabá foi um 'erro histórico'. Segundo o candidato à reeleição, o endividamento ocasionado pelo evento fez com que o Executivo Estadual tivesse problemas de fluxo de caixa, tendo em vista o pagamento em curto prazo das dívidas feitas.

 

Divulgação

pedro taques radio

 Governador acredita em reverter pesquisas

Taques explicou que o Estado tem, atualmente, R$ 7 bilhões em dívidas, oriundas de operações de crédito feitas por administrações passadas. O governador informou que a maior parte delas é de curto e médio prazo, com pagamento em até cinco anos.

 

"Mato Grosso tem 7 bilhões em dívidas de operações de crédito proveniente de administrações passadas. Temos capacidade de individamento, mas não temos capacidade de pagamento. A maior parte destas dívidas contraídas da Copa foi feita para pagar até 2019", afirmou. 

 

O governador comentou sobre a dívida dolarizada que o Estado possui com o Bank of America. Ele explicou que, por conta da cotação da moeda americana, o valor que o Executivo Estadual terá que pagar praticamente dobrou, o que, segundo ele, poderia ser investido em outras áreas no Estado.

 

"A dívida com o Bank of America foi contraída com o dólar a R$ 2 e hoje a cotação está em R$ 4. Com esse R$ 1 bilhão de diferença, daria para reformar todas as escolas de Mato Grosso. Isso foi uma irresponsabilidade. A Copa do Mundo foi um erro histórico para Mato Grosso e para Cuiabá, assim como o VLT", disse Taques.

 

O gestor comentou ainda os números apresentados nas últimas pesquisas, nas quais aparece empatado tecnicamente com o senador Wellington Fagundes (PR). O governador relembrou sua campanha para o Senado, em 2010, e disse acreditar que pode vencer as eleições, em outubro.

 

"Recebo essas pesquisas com toda humildade. Quando fui candidato ao Senado, tinha 15% neste mesmo período, em 2010. A melhor pesquisa é aquela do dia da eleição. A rejeição que tenho é a administrativa, pois a população ainda não sabe o que fizemos e o que faremos para melhorar o nosso Estado. Estamos trabalhando para isso", completou.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei - 5

Leia mais sobre este assunto




3 Comentários

CRÍTICO CRI CRI - 20/09/2018

Se não fosse a copa o estado estava na inércia de sempre, sem vias duplicadas, sem trincheiras, trânsito caótico, pena só o VLT não ter seguido em frente, mas culpa do VLT está parado é do governo atual.

José Pedro - 20/09/2018

Erro histórico foi ter votado no senhor. Pior governo da história...só vexame, corrupção, sec preso, grampolândia...Quer mais o que?

cramulhão - 20/09/2018

Erro histórico foi voce não terminar as obras do VLT. Perdeu as eleições por isso e por pagar de bobó cherachera dizendo que não sabia das malfeitorias dos seus parentes e amigos no seu governo.

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA