Quinta-Feira, 07 de Novembro de 2019, 15h:07

Tamanho do texto A - A+

Servidora é presa por participação em estupro de vulneráveis

Por: LUIS VINICIUS

A servidora da Prefeitura de Várzea Grande, Ingrid Keliany Gomes da Silva, 23 anos, foi presa pela Polícia Civil suspeita de envolvimento em crimes de estupro de vulneráveis. O mandado de prisão contra a servidora foi cumprido no dia 24 de outubro e diante da disso, a mulher foi afastada das funções.

ingridi keliany.jpeg

A ordem de prisão foi expedida pela 4ª Vara Criminal da Cidade Industrial. Não há detalhes, pois há menores envolvidos e o processo corre em segredo de justiça. A suspeita é que Ingrid estaria aliciando adolescentes para que mantivessem relação sexual com outra pessoa.

Depois da prisão, a mulher foi encaminhada à audiência de custódia no Fórum de Várzea Grande e o juiz plantonista manteve a prisão da servidora. Diante disso, ela deverá aguardar o julgamento em regime fechado.

Ingridi trabalhava na Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Espote e Lazer, mas também prestava serviços à Secretaria de Comunicação.

A reportagem tentou entrar em contato com a defesa dela, mas até a publicação não havíamos conseguido contato.

O outro lado

Por meio de nota, a prefeitura informou que recebeu o comunicado sobre a prisão da servidora cinco dias depois da detenção e a afastou de suas funções na mesma data.

Segundo a prefeitura, o contrato dela com o município foi rescindido. Porém, se após o julgamento ela for considerada inocente, deverá ser nomeada ao cargo novamente.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei - 6