Quarta-Feira, 17 de Julho de 2019, 14h:40

Tamanho do texto A - A+

Policial militar é encontrada morta em residência com tiro na cabeça

Por: LUIS VINICIUS

Uma soldado da Polícia Militar Silvana Rocha Carvalhais, foi encontrada morta com um tiro na cabeça e no braço, no fim da manhã desta quarta-feira (17), na cidade de Juruena (930 km de Cuiabá). Segundo a corporação, a militar já teria pedido transferência após supostamente ter sido agredida pelo ex-marido.

Alan Cosme/HiperNoticias

politec/rabec?o

 

O crime foi percebido pelos vizinhos da soldado. Eles informaram que escutaram barulho de tiros vindo da casa de Carvalhais e quando chegaram na residência encontraram a policial caída com dois ferimentos.

Rapidamente, as testemunhas chamaram uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas quando os socorristas chegaram ao local, a militar já estava morta.

O corpo da soldado será encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para ser realizado exame de necropsia.

A Polícia Militar informou que Silvana ficou afastada por 30 dias para tratamento médico retornando ao serviço no dia 22 de junho.

O caso será investigado pela Polícia Civil.

 

Polícia Militar lamenta

 

A Polícia Militar lamentou a morte e disse que enviou uma equipe de oficiais da instituição para dar apoio à família de Silvana. 

 

Veja a nota na íntegra

 

A Polícia Militar de Mato Grosso lamenta profundamente a morte da soldado Silvana Rocha Carvalhais, 30, ocorrida na manhã desta quarta-feira (17.07). Ela estava lotada à 10ª Companhia de PM de Juruena (880 km de Cuiabá).

Por orientação do Comando Geral, o comandante do 8º Comando Regional de Juína, tenente-coronel Wendel Sodré, designou uma equipe de policiais, liderada por um oficial, para acompanhar a situação, adotar as medidas legais e dar suporte à família da policial.

A soldado Silvana Carvalhais tinha quatro anos de carreira militar, era divorciada e deixa uma filha. Os locais do velório e sepultamento ainda estão sendo definidos pela família.    

Acompanhamento

A Polícia Militar, preocupada com a saúde física e mental de seus policiais, vem desenvolvendo ações permanentemente de prevenção e diagnóstico para oferecer tratamento especializado.

Além do serviço gratuito de assistência psicológica em unidade própria, são realizadas palestras desmistificando as patologias psíquicas, estimulando a busca pelo tratamento e a colaboração mútua na identificação entre colegas de profissão e familiares.

Existe ainda, por meio da Coordenadoria de Saúde da PMMT, um trabalho de busca ativa para identificação e tratamento precoce da depressão e outros transtornos.

 

 

 

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei