Terça-Feira, 12 de Março de 2019, 12h:00

Tamanho do texto A - A+

Dupla invade casa e mantém idosa e crianças de reféns no Santa Rosa

Por: LUIS VINICIUS

Dois homens foram presos pela Polícia Militar suspeitos de invadirem uma residência e manterem uma família de refém, durante uma tentativa de assalto na manhã desta terça-feira (12), no bairro Santa Rosa, em Cuiabá. Na ação criminosa, os ladrões apontaram arma para uma idosa, enquanto que outra vítima foi agredida com chutes, socos e coronhadas.

 

santa rosa.jpg

 

Os suspeitos foram identificados como Jakson Jesus Marques, 20 anos, e Luís Phelipe Lemes Souza Campos, 18 anos. Os policiais informaram que estavam em rondas quando foram abordados por moradores dizendo que alguns moradores estavam gritando e pedindo socorro.

Os policiais foram ao local e viram o suspeito Jakson se escondendo na casa. Os agentes solicitaram apoio e observaram que a dupla estava tentando fugir do local em um veículo Mitsubishi Outlander .

Diante disso, os militares cercaram a residência evitando a fuga dos suspeitos. Logo depois, o suspeito Luís Phelipe que estava dirigindo o carro, desceu do veículo e foi preso pela Polícia Militar.

Já o suspeito Jakson, que estava armado, também saiu do veículo e pegou uma idosa de refém e apontou a arma para a cabeça da mulher. A idade da vítima não foi informada.

Diante da situação, foi feito contato com Jakson para que ele se entregasse e libertasse a mulher. Durante a negociação foram dadas diversas ordens para que o criminoso soltasse a vítima. Mas o criminoso não acatou as determinações e continuou a ameaçar a vítima e os policiais dizendo que iria atirar.

Os policiais disseram que a todo momento Jakson pedia a presença da família e da imprensa. Em certo momento das negociações, o suspeito apontou a arma em direção aos PMs e atirou. Porém, a arma falhou e ele resolveu se entregar.

Ele jogou a arma no chão e liberou a vítima sem ferimentos. Mesmo após se entregar, Jakson tentou fugir, mas foi contido e preso pela polícia.

Ao serem questionadas, as vítimas disseram que a todo momento os suspeitos as ameaçavam de morte e queriam que os moradores entregassem dinheiro, joias, a caminhonete Hilux, e indicassem também o local do cofre. 

As vítimas ainda informaram que, em tom de ameaça, os homens disseram que, caso fossem presos, sairiam da cadeia e matariam todos, pois sabiam onde eles moram.

Após a prisão, a dupla foi levada à Central de Flagrantes para prestar depoimento ao delegado de plantão. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei - 1







Mais Comentadas



ESTÚDIO HIPER
Prefeitura de VG - Aniversário de Várzea Grande 152 anos

Bolsonaro mostra ao SBT cicatrizes de cirurgia após levar facada

Programa Palavra Literária | 01 | Caio Ribeiro