Quarta-Feira, 25 de Abril de 2018, 17h:44

Tamanho do texto A - A+

Diretor da Andorinha seria quarto alvo da Defaz

Por: JESSICA BACHEGA

O diretor da empresa de transporte intermunicipal, Andorinha, Wagner Ávila do Nascimento, seria o quarto alvo de prisão da Operação Rota Final deflagrada pela Delegacia Fazendária (Defaz) nesta quarta-feira (25), mas ele segue foragido. A ação da Polícia Civil foi determinada pelo desembargador Guimar Teododo com base na investigação sobre fraudes em licitações do transporte intermunicipal.

 

Alan Cosme - HiperNotícias

Operação Bereré

 

Na ação, foram presos diretor financeiro da Verde Transportes, Max Willian de Barros Lima; o presidente da empresa, Éder Augusto; o presidente do Sindicato das Empresas do Transporte Rodoviário, Julio Cesar Salles. 

 

Foi alvo de busca e apreensão do ex-diretor da Agência Reguladora de Serviços Delegados de Mato Grosso (Ager-MT), Eduardo Moura, que teve o aparelho de celular recolhido pela polícia. Todos os mandados foram cumpridos, exceto o do diretor na empresa Andorinha.

 

Conforme informações, os representantes das empresas integravam um esquema fraudulento juntamente com políticos estaduais para a manutenção do transporte no Estado. A ação tramita sob sigilo total e o modo de ação da organização bem como os valores desviados não foram divulgados. 

 

Leia também

Defaz investiga fraude na concessão no transporte coletivo; quatro ordens de prisão são assinadas

Deputado cita comissão e nega envolvimento em esquema

Presidente e diretor da Verde Transportes são ouvidos na Defaz

Policiais fazem buscas em apartamento de ex-diretor da Ager, Eduardo Moura

Presidente e diretor da Verde Transportes são ouvidos na Defaz

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto