Terça-Feira, 08 de Maio de 2018, 14h:15

Tamanho do texto A - A+

Juiz torna réu mandante e executor de matar personal em Cuiabá

Por: JESSICA BACHEGA

O juiz Flavio Miraglia, da Décima Vara Criminal de Cuiabá, acolheu a denuncia oferecida pelo Ministério Público Estadual (MPE) e tornou réus por homicídio o empresário Guilherme Dias de Miranda e Wallisson Magno de Almeida Santana. Ambos são acusados matar o personal trainer Danilo Nascimento de Souza Campos.

 

Alan Cosme - HiperNotícias

guilherme dias

Guilherme Dias foi preso em São Paulo

A ação que investiga o caso tramita em segredo de justiça e, em outro inquérito, Guilherme é investigado pelos crimes de estelionato, visto que estava com documento falso em nome de Diogo Urbano da Silva, quando foi preso em São Paulo. Com ele também foram encontrados documentos sigilosos, que também configura crime.

 

Após a tramitação processual, a dupla deve ser submetida a júri popular onde serão julgados pelo corpo de jurados.

 

A dupla foi presa no dia 9 de março, na cidade de São Paulo (SP), em uma ação conjunta da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cuiabá e o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da capital paulista. As prisões aconteceram no condomínio nobre, na Vila Isa, na Zona Sul. Guilherme teria encomendado a morte por ciúmes da mulher, Ane Lise Hovorusk, que também foi presa, no dia 24 de fevereiro em Fox do Iguaçu, no Paraná. Wallison teria sido o executor.

 

O personal foi morto no dia 8 de novembro de 2017 quando deixava a academia que frequentava. Ele dirigiu seu veículo Honda Civic por poucos metros, quando foi surpreendido por uma dupla em moto.

 

Quando a vítima desceu do carro, o passageiro da motocicleta atirou por cinco vezes contra o rapaz. Fugindo em seguida. 

 

Leia também

Mandante e executor de personal estavam com passagens compradas para Estados Unidos

Acusada de participar de homicídio chora ao lembrar dos filhos e nega crime

Mandante e executor de personal chegam em Cuiabá na sexta

 

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto