Quinta-Feira, 01 de Agosto de 2019, 10h:20

Tamanho do texto A - A+

Sicredi apresenta 11 projetos, dois deles no Centro Norte

Iniciativas inscritas pelo Sicredi este ano evidenciam a liderança jovem na realização de ações nas áreas de empreendedorismo, educação, inclusão e sustentabilidade

Por: REDAÇÃO

 

assessoria

sicredi   Movimento Mulheres que Cooperam

 

Onze projetos desenvolvidos por colaboradores e associados do Sicredi vão concorrer ao WYCUP (World Council Young Credit Union People) este ano. Deste total, dois são de cooperativas da região Centro Norte, que abrange os estados de Mato Grosso, Rondônia, Pará e Acre. O concurso mundial estimula a formação de jovens lideranças e premia participantes que desenvolveram projetos com potencial de causar influência global no cooperativismo de crédito. As iniciativas inscritas pelo Sicredi evidenciam a liderança jovem em ações de empreendedorismo, educação, inclusão e sustentabilidade. Entre os cases, seis são de colaboradores e cinco de associados, oriundos dos Comitês Jovens da instituição.

O WYCUP é realizado anualmente dentro da Conferência Mundial do Woccu (Conselho Mundial das Cooperativas de Crédito, na tradução da sigla em inglês), maior encontro do segmento do planeta. Este ano, o evento ocorre de 28 a 31 de julho, em Nassau, nas Bahamas, sendo que a premiação do WYCUP será revelada no último dia.

Os colaboradores das cooperativas do Sicredi na região Centro Norte que tiveram os projetos selecionados são Carla Diana Oteiro Borre, com o projeto “Mulheres que Cooperam”, gerente de Negócios da Sicredi Norte MT/PA; e Fernando da Silva Ferreira, gerente de agência da Sicredi Vale do Cerrado, com o projeto “Plantando, Colhendo e Sustentando”. Foram selecionados entre uma dezena de projetos enviados pelas 10 cooperativas da região e avaliados por comitês de sustentabilidade local e regional nos quesitos inovação, sustentabilidade, relevância, vínculo institucional e integração.

O projeto “Mulheres que Cooperam” é desenvolvido na cidade de Guarantã do Norte. Carla reuniu um grupo de 60 mulheres, entre associadas e não

assessoria

sicredi   Movimento Mulheres que Cooperam

 

associadas, para compartilhar ideias e debater o que poderia ser feito para contribuir com o desenvolvimento da região e aumentar a participação da figura feminina nos negócios da cidade. O movimento atua com o foco econômico, social e de educação financeira.

O movimento deu origem ao Comitê Mulher, o primeiro do Sistema na área de atuação da Central Sicredi Centro Norte. Ele trabalha na articulação de demandas junto ao Conselho de Administração da cooperativa, por um lado, e em outro, na participação das mulheres em eventos e acontecimentos na sociedade. Como resultado houve crescimento de aproximadamente R$ 2 milhões na demanda do Pronaf Mulher na região de Guarantã do Norte, e a adesão de 126 associadas. A participação delas em cargos de liderança também aumentou. Atualmente são três coordenadoras de núcleo e 12 representantes do Comitê Mulher. Várias parcerias foram firmadas com entidades organizadas da sociedade na cidade.

Sobre o projeto ter sido selecionado para participar do WYCUP, Carla afirma que o sentimento é de gratidão. “Queremos atingir um número maior de mulheres, para que elas entendam o que é o cooperativismo. Queremos estimular o espírito de liderança nelas. Estamos formando coordenadoras de núcleo e já temos três mulheres no Conselho de Administração da cooperativa, sendo que uma delas veio do Comitê Mulher”.

O projeto “Plantando, Colhendo e Sustentando” surgiu do olhar cooperativista do gerente da agência de Jaciara Fernando Silva Ferreira. Percebeu a dificuldade dos produtores rurais da região, especialmente do município de Dom Aquino, em comercializar a produção. Eles tinham que se deslocar para cidades vizinhas, o que aumentava os custos. Ao ver o espaço da antiga feira abandonado, reuniu parceiros e revitalizou a feira pública da cidade. Promoveu o cadastro de feirantes interessados em comercializar a produção no local. A eles foram transmitidos conhecimentos básicos de educação financeira e feita a abertura de contas para inclusão financeira.

assessoria

sicredi Projeto Plantando, Colhendo e Sustentando

 

Atualmente, a feira funciona com 28 feirantes com a venda de verduras, derivados do leite, comidas, bebidas, floricultura, roupas e brinquedos. São mais de 40 famílias beneficiadas direta e indiretamente. “Houve a eliminação de atravessadores dando sustentabilidade ao negócio, fortalecendo a renda familiar e a oferta de alimentos saudáveis à comunidade. Um trabalho que deu resultado, agregou renda e contagiou toda a comunidade de Dom Aquino”, comenta Fernando. A média de lucro de cada feirante é de R$ 350 por feira, um total de R$ 1.400 por mês de incremento na renda familiar. “Ter o projeto apresentado ao mundo é uma alegria. Vamos com sentimento de vencedores, pois trabalhamos juntos para realizar esse projeto e mudar a vida das pessoas. Hoje, além de ser local de venda de produtos é um ponto de encontro dos moradores”.

Sidnei Bremm, diretor-executivo da Sicredi Norte MT/PA, comenta que a cooperativa está muito feliz em ter o projeto evidenciado internacionalmente. “É um reconhecimento pelo trabalho que estamos fazendo em nossas comunidades, pela preocupação e interesse genuíno pelas nossas comunidades. Isso nos motiva a continuarmos firmes e fortes nesse propósito. Apoiar iniciativas que venham a trazer melhorias na qualidade de vida das pessoas e apoio ao desenvolvimento regional”.

O presidente da Cooperativa Sicredi Vale do Cerrado, Sergio Dezordi, ressalta a importância da participação da cooperativa na conferência. “Estamos muito felizes em pela primeira vez representar o Sicredi em um evento de tamanha importância para o cooperativismo de crédito mundial. Esse projeto reforça que estamos no caminho certo, oferecendo soluções que agregam renda aos associados e à comunidade e buscando sempre o desenvolvimento local”.

“Projetos como esses são realizados pelas nossas cooperativas diariamente. Isso é uma forma de materializarmos a nossa missão, que é melhorar a qualidade de vida dos nossos associados e da comunidade onde estamos presentes. A gente faz isso através do relacionamento, do pilar econômico – com a oferta de soluções financeiras – e do pilar social, com a melhoria na vida das pessoas, de forma sustentável. Queremos que nossas cooperativas façam ainda mais para promover impacto local e atender a agenda global, cumprindo os objetivos do desenvolvimento sustentável”, declara o presidente da Central Sicredi Centro Norte, João Spenthof.

Como prêmio, os vencedores terão direito a participar da edição de 2020 da Conferência, prevista para ser realizada nos Estados Unidos, com todas as despesas pagas. A Conferência do Woccu é o maior encontro do segmento de cooperativismo de crédito do mundo e, este ano, reúne cerca de 5 mil representantes de cooperativas de mais de 50 países para discutir iniciativas que possam melhorar a vida das pessoas por meio da atuação das cooperativas. A comitiva do Sicredi é formada por 134 integrantes.

 

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão valoriza a participação dos mais de 4 milhões de associados, os quais exercem um papel de dono do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados* e no Distrito Federal, com mais de 1.700 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros. Mais informações estão disponíveis em www.sicredi.com.br.  

*Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

O Sicredi Centro Norte, composto pelos estados de Mato Grosso, Rondônia, Pará e Acre, tem aproximadamente de 457 mil associados, com 175 agências em 140 municípios.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei