Quarta-Feira, 07 de Outubro de 2015, 15h:05

Tamanho do texto A - A+

Suspeito de encomendar morte de empresário já assassinou homem em frente a condomínio

Por: MAX AGUIAR

Principal suspeito de ter encomendado a morte do empresário Douglas Wilson Ramos, 28 anos, na última semana de setembro, Nilton Cesar da Silva foi preso há menos de um ano (dezembro de 2014) acusado de matar, no dia 13 de novembro, Anderson Ribeiro Taques, 34 anos, na porta do Condomínio Morada do Parque, no bairro Morada do Ouro II, em Cuiabá. O rapaz está com mandado de prisão preventiva em aberto e é considerado foragido da Justiça.

 

Leia também:

 

No tempo em que ficou preso, Nilton desconfiou que Douglas estaria roubando sua clientela e por isso acabou brigando com o ex-sócio. “Enquanto Nilton estava preso [por tráfico de drogas], o Douglas resolveu montar a própria empresa de cimentos. Com isso, o criminoso pensou que o empresário estaria ‘passando a perna’ nele. Quando saiu da cadeia ele resolveu brigar com Douglas e seria esse um dos motivos do crime”, disse o delegado à reportagem.

 

Divulgação

suspeito de matar empresário

 Nilton foi preso há menos de um ano por outro homicídio

Em 2014, quando Anderson Ribeiro Taques foi morto, Nilton ajudou no homicídio. Nas investigações deste crime, comandadas pelo delegado Walfrido Frankilin Nascimento, da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), Nilton Cesar e Vilimar Girolometto, 35 anos, foram apontados como autores do assassinato da vítima, que respondia processo criminal de tráfico de drogas. Anderson Ribeiro usava documento falso em nome de Anderson do Nascimento Gonçalo.

 

A motivação, ainda conforme a Policia Judiciária Civil (PJC), estaria relacionada a dívida de tráfico de drogas. Os dois ainda não foram condenados e respondem ao processo na Justiça. A informação foi confirmada pelo delegado Flávio Stringueta, da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO).

 

O CASO

O empresário Douglas Wilson Ramos, 28 anos, foi sequestrado, no dia 25 de setembro, dentro da própria empresa, localizada na Estrada do Moinho (Arquimedes Pereira Lima), em Cuiabá. De acordo com as informações da Polícia Civil, a vítima estava trabalhando pela manhã, quando os criminosos invadiram o local e anunciaram o roubo, seguido de sequestro.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto








Mais Comentadas