Sexta-Feira, 19 de Julho de 2019, 09h:00

Tamanho do texto A - A+

Reeducandas recebem doações de cobertores, itens de higiene e roupas

Por: REDAÇÃO

Caroline de Vita

reeducandos


Em continuidade ao Programa Aconchego, a primeira-dama do Estado, Virginia Mendes, e a secretária de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), Rosamaria Carvalho, realizaram a entrega de 650 cobertores, roupas íntimas e itens de higiene às reeducandas da Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May, em Cuiabá. A ação foi realizada, na tarde de quarta-feira (17.07) e contou ainda com a presença do juiz Núcleo de Execução Penal de Cuiabá, Geraldo Fidelis, e do secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamente.

A primeira-dama também teve a oportunidade de conhecer os espaços da cozinha, a oficina de costura, sala de estudos e biblioteca da penitenciária e, em conjunto com a secretária da Setasc, se comprometeu em ampliar a oferta de cursos de qualificação profissional às reeducandas.

“Estamos empenhados em proporcionar melhorias para aquelas que estão dispostas a receber uma segunda chance. Além das doações, pude ouvir delas os anseios e planos para o futuro e muitas querem aprender um novo ofício, em busca de um recomeço”, destacou Virginia.

Entre as iniciativas que a primeira-dama quer executar, estão a melhoria na estrutura física da cozinha e da oficina de costura, implementando cursos na área de panificação e corte e costura, inclusive com a doação e tecidos para os trabalhos. Na escola e biblioteca, serão providenciadas as trocas de dois aparelhos de ar-condicionado e, em breve, a penitenciária também ganhará um viveiro para cultivo de hortaliças. 

Rosamaria de Carvalho explica que a Secretaria também irá ampliar a oferta de novos cursos, buscando sensibilizar os empresários para contratação daquelas que já estiverem aptas a ir para o regime semiaberto.

“Todas estas ações estão dentro do Programa Recomeço. Além da doação dos cobertores, itens de higiene e demais materiais, estamos viabilizando outras formas de ajudar aquelas que precisam de uma outra oportunidade de vida”, disse Carvalho.

Bustamente ressaltou que é a primeira vez que uma primeira-dama do Estado visita as dependências da unidade.  “É importante esse acompanhamento para saber a realidade que essas mulheres vivem, um olhar da primeira-dama faz toda a diferença, pois muitas têm condições de mudar de vida e quase nunca encontram meios e oportunidades para isto e a Virginia está estendendo a mão para elas”, frisou.

O juiz do Núcleo de Execução Penal de Cuiabá, Geraldo Fernandes Fidelis Neto, também foi enfático em destacar que toda ajuda empenhada irá contribuir na melhoria de vida das reeducandas. “Muitas já estão trabalhando e querem voltar para as suas famílias”. 

A diretora da penitenciária, Maria Giselma Ferreira da Silva, ressaltou que há no local 200 mulheres custodiadas, sendo que 80 estão estudando e 57 trabalhando fora do presídio. Internamente, 33 reeducandas trabalham com os serviços de limpeza, produção de salgado, entrega de refeições, corte e costura.

“A vinda da primeira-dama até aqui demonstra como este Governo pensa e age de forma diferente, buscando um olhar sensível e humano àqueles que estão à margem da sociedade”, destacou Giselma.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto