Sexta-Feira, 05 de Abril de 2019, 08h:00

Tamanho do texto A - A+

"Paus rodados" são trabalhadores e contribuíram para crescimento da cidade, aponta pesquisa

Por: JESSICA BACHEGA

SELO1_HIPER

Com a expansão agrícola de Mato Grosso, ainda nos anos 1970, muitos migrantes vieram para Cuiabá em busca de novas oportunidades. Os chamados “paus rodados” contribuíram muito para o desenvolvimento da cidade, como aponta o levantamento Alma Cuiabana, feito pela KGM Pesquisas.

Djalma Ribeiro / Drone Cuiabá

Cuiabá na visão do Drone

 

O empenho no trabalho é citado como maior qualidade de quem veio para a cidade e o egoísmo como defeito.

Conforme o estudo, 71,3% dos entrevistados reconheceram a ajuda dos forasteiros para a evolução de Cuiabá. Já 13,3% não acredita na contribuição.

Para os entrevistados, 40% dos ouvidos, os imigrantes são “trabalhadores”. Já para 10,3%, o bom humor é o principal traço dos “paus rodados”. A luta pelos direitos é apontada por 10% do público e 8% citam a honestidade como principal qualidade.

Quando questionados sobre o defeito, 12% dos ouvidos citam o egoísmo. Outros 9,8% apontam a falta de respeito como problema de quem vem para  a Capital. Em seguida, está a falsidade, com 6,8% e o mau humor com 4,3%.

A KGM pesquisas ouviu 400 pessoas, sendo 211 mulheres e 189 homens. Os entrevistados têm entre 16 e 60 anos, 51% possuem ensino médio completo, 24,5% tem curso superior e 23,8% apenas o ensino fundamental.

Segundo a tabela, 53,8% dos entrevistados nasceram em Cuiabá, 23,3% vieram de outras cidades de Mato Grosso e os demais de outros estados brasileiros.

Além desta pesquisa, o HiperNotícias irá divulgar outros recortes da pesquisa que trata das preferências dos cuiabanos. Os dados serão publicados no decorrer da semana em que se comemora os 300 anos de Cuiabá.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei - 2

Leia mais sobre este assunto