Sexta-Feira, 09 de Agosto de 2019, 08h:44

Tamanho do texto A - A+

O VLT chegou!; cuiabano cria novo aplicativo de transporte

Por: DA REDAÇÃO

O abandono das obras do VLT, associada à necessidade de mudança em algumas características de aplicativos de transporte de passageiros, fizeram com que o cuiabano Douglas Ribeiro resolvesse usar a questão para satirizar o descaso público para criar um aplicativo regional que leva o nome de “VLT”.

douglas.jpg


Especialista em Treinamento para Concursos, o personal explica que a ideia do aplicativo surgiu há pouco mais de um ano. E o nome, por conta dessa revolta popular, em razão do abandono das obras, que deveriam ter sido entregues na Copa do Mundo de 2014.

“Já se passou outra Copa do Mundo e, até agora, nada. Aproveitando desse sentimento de revolta, desse descaso, do tão esperado VLT não sair do papel, decidi criar o meu. Dos trilhos para o asfalto”, conta.

Desde então, o projeto vinha sendo analisado e, nos últimos cinco meses, foi sendo trabalhado com mais intensidade, passando a funcionar para o cadastro de passageiros e motoristas interessados a partir desta quarta-feira (07-08).

“Depois que surgiu a ideia, passei a conversar com algumas pessoas, a sondar mesmo a viabilidade. E vi que podia dar certo, levando em conta o anseio da população por transporte seguro e de qualidade. Nós estamos entrando nesse ramo de forma consciente, para ofertar mais comodidade e menores preços aos passageiros, além de proporcionar mais segurança e benefícios aos motoristas”, explica o proprietário do aplicativo, diante do cenário de concorrentes já consolidados como Uber, 99 e Cabify.

Segundo Douglas, uma diferença do VLT para os demais apps, salienta Douglas, é que, seguindo critérios rigorosos de segurança, tanto o passageiro, quanto o motorista, precisará estar cadastrado no aplicativo para utilizá-lo.

Outra novidade trazida pelo VLT, diz o proprietário, é que os passageiros do app poderão escolher o motorista favorito para suas corridas, além disso, eles poderão obter descontos em estabelecimentos parceiros como bares, restaurantes e casas noturnas. E a passageira mulher terá a possibilidade de, na hora de fazer a chamada, escolher uma mulher como motorista. “Outros aplicativos tem motoristas mulher, mas não como escolha. A ideia é proporcionar mais segurança e comodidade àquelas mulheres que têm receio de andar sozinha, tarde da noite, com um motorista homem, por exemplo”, diz.

Conforme Douglas, as novidades também vão abarcar as empresas. De natureza jurídica, essas pessoas contarão com a opção de cadastro de suas empresas e de seus colaboradores, dando a elas a comodidade de receber, além do relatório por corrida, um relatório mensal, facilitando, assim, a prestação de contas de suas respectivas empresas.

O cadastramento de passageiros e motoristas pode ser feito virtualmente pelo app  “VLT”, no Play Store de qualquer smarthphone ou pessoalmente no escritório, localizado na rua do Livramento, nº 148, bairro Centro-Sul, em Várzea Grande. 

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto