Terça-Feira, 24 de Outubro de 2017, 09h:24

Tamanho do texto A - A+

Morre, aos 72 anos, Jê Fernandes, decano do jornalismo de MT

Por: CAMILLA ZENI

Faleceu na madrugada desta terça-feira (24) o jornalista Gonçalo José Fernandes, o “Jê Fernandes”, aos 72 anos. Ele já estava internado no Hospital Jardim Cuiabá há uma semana, em estado grave, por embolia pulmonar e trombose. A imprensa mato-grossense está de luto.

 

Reprodução

je fernandes

 

As últimas homenagens ao grande jornalista poderão ser prestadas durante o velório na sala Tulipa, da Capela Jardins, em Cuiabá, a partir das 12h.

 

Jê era um dos decanos do jornalismo regional, onde fez história. Por aqui, com o médico e jornalista Agrícola Paes de Barros, Jê publicou seu primeiro artigo no jornal Brasil Oeste. Depois, levou seu dom jornalístico e olhar aguçado para todo o Brasil quando trabalhou em jornais de outros estados e de abrangência nacional, escrevendo para o Social Democrata, A Cruz e A Luta Democrática no Rio de Janeiro. Jornal do Brasil, O Dia, Gazeta Esportiva, Veja, Revista Escola, Exame e Placar também somam ao portfólio.

 

Em Mato Grosso, Jê começou como repórter e foi editor do Diário de Cuiabá, onde trabalhou entre idas e vindas. Também passou pelo O Estado de Mato Grosso e Diário da Serra. Atuou no rádio, comentando na Rádio A Voz do Oeste, Cultura e Difusora. Também foi redator e pauteiro nas emissoras Brasil Oeste e Bandeirantes, onde fez seus estágios.

 

O jornalista fundou o Jornal do Ônibus, onde escrevia, semanalmente, matérias políticas. Jê também foi assessor de imprensa na Prefeitura de Cuiabá e Governo do Estado. Escreveu pela última vez na semana passada, quando publicou, na segunda-feira (16), sua última coluna no site GPS Notícias.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto