Sexta-Feira, 16 de Agosto de 2019, 14h:20

Tamanho do texto A - A+

À espera de Justiça!

Por: ROSINÉIA GUIMARÃES

Arquivo pessoal

Rosineia Guimaraes


Na data de hoje, 16 de agosto de 2019, era para ocorrer o julgamento do Réu Celzair Ferreira de Santana perante o Tribunal Popular do Júri na Comarca de Cuiabá - MT, porém, o réu juntou atestado médico alegando que está com problemas cardíacos e, com isso, prorrogou o julgamento. Assim, mais um tempo por espera da tão almejada Justiça.

Sigo adiante apresentando as agravantes do crime Homicídio com ênfase em Dolo Eventual no volante, que Celzair Ferreira de Santana cometeu na pacata cidade de Poconé-MT, ao assassinar meus filhos Katherine e Diego, que levam a crer em dolo eventual, conforme segue:

1- Katherine e Diego estavam numa moto, mas parados e encostados ao meio fio.

2 - O réu, embriagado, piscou a luz do o seu carro, como dizendo: ”sai da frente!”. Assim, assumiu a culpa pelo que fazia, como se dissesse: “de acordo com a lei, não estou nem aí; se não sair, passo por cima”.

3 -Bateu por trás, não dando condições da Katherine e Diego se defenderem.

4 - A Perícia Técnica constatou que não houve frenagem, então, ele não teve nenhuma atitude para evitar o crime.

5 - Desceu do carro e fugiu do local sem prestar socorro. E só parou porque chocou-se com o poste - o poste parou ele.

6 - Estava a 134 km por hora em uma rua cuja velocidade permitida é 40 km por hora.

Essas são as agravantes que levam ao dolo eventual.

Não consigo entender e aceitar como pode esse assassino matar meus filhos (Katherine e Diego) dessa forma e nada acontecer. Já se passaram 12 anos do ocorrido.

A demora por justiça causa em mim angústia e sofrimento moral, e é um desrespeito a dignidade da pessoa humana. E ele (Celzair) sempre tentando procrastinar o processo.

Meu coração está despedaçado. Sinto-me incapaz, impotente. Sem palavras para que eu possa expressar a imensa dor e sofrimento.

(*) Rosinéia Guimarães, advogada e mãe da Katherine (19 anos) e do Diego Guimarães (14 anos).

Avalie esta matéria: Gostei +9 | Não gostei