Sábado, 04 de Agosto de 2018, 16h:01

Tamanho do texto A - A+

Garcia cita "projeto maior para MT" para desistência de reeleição

Por: JESSICA BACHEGA

O presidente do Democratas em Mato Grosso, Fábio Garcia, contou durante convenção do partido na manhã deste sábado (4), que a executiva nacional do partido insistiu para que ele não abrisse mão da reeleição para ser suplente de Jayme Campos (DEM). Garcia enfatizou que a desistência faz parte de um projeto maior e que está muito convicto de sua decisão.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

fabio garcia

 Fábio Garcia abriu mão da reeleição para corrdenar campanha

Com o novo posicionamento, o político vai coordenar a campanha dos demais candidatos da coligação, no Estado, para conseguir eleger Mauro Mendes (DEM), Jayme Campos e Carlos Fávaro (PSD), que também mira uma vaga no Senado.

 

“O importante é consolidar essa projeto que, tenho certeza, será muito bom para Mato  Grosso”, ressaltou. “Nenhum projeto pessoal deve ser maior do que o que temos para o estado”.

 

Garcia afirma que sua aceitação nas pesquisas, o trabalho durante três anos como deputado federal e os companheiros angariados no decorrer do tempo serão concentrados na campanha dos aliados, no estado.

 

Questionado se essa seria uma estratégia para concorrer à prefeitura de Cuiabá, Garcia confirma que a gestão municipal é um de seus sonhos, mas “uma eleição de cada vez”.

 

O presidente do partido revelou que a aposta da sigla para o cargo de deputado federal será Adriano Silva, que já ocupou cadeira na Assembleia Legislativa. 

 

Sobre a recusa da candidatura de Mauro Savi, preso acusado de corrupção, Garcia afirmou que foi uma decisão muito bem ponderada e que não se pode tomar qualquer medida “à revelia da lei”. Todos os candidatos que participaram da convenção são os melhores no ponto de vista do partido.

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei - 1



2 Comentários

Vidente Alvaro do Bau - 05/08/2018

E`publico e notorio que o jovem e atuante Fabio Garcia, abriu mão da sua reeleição e tornou-se candidato a Suplente do Senador Jaime Campos, por duas razões: uma que será sem duvida alguma no provavel Governo de Mauro Mendes, o seu mais importante auxiliar (ou seja homem forte do Governo),como foi no tempo do MM na Prefeitura .,a outra tá mais que explicita, será preparado pelo grupao formado agora (DEM-PDT-PSD-MDB-PSC e outros partidos menores),para ser o candidato a Prefeito de Cuiabá, em 2020, enfrentando o Emanuel Pinheiro, que será expulso do MDB nos proximos dias. Anotem isso...ok

Tobias de Aguiar - 05/08/2018

Campanha Eleitoral quebra qualquer candidato, Principalmente em uma campanha Global Lozada!!!

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA