Segunda-Feira, 05 de Novembro de 2018, 11h:32

Tamanho do texto A - A+

Fórum Sindical não descarta nova greve pela RGA

Por: LEONARDO HEITOR

Os servidores do Governo do Estado ameaçam cruzar os braços novamente. O motivo, mais uma vez, é a Revisão Geral Anual (RGA). Uma nota técnica do Tesouro Estadual, feita pela Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), comunicou recentemente ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT) que o Executivo não tem condição de quitar o reajuste, previsto para ser pago este mês.

 

Marcos Lopes/HiperNotícias

forum sindical SAD

 Fórum Sindical não descarta nova greve por conta da RGA

Em nota, o Fórum Sindical, formado por diversas categorias, apontou uma série de equívocos na administração estadual que resultaram na atual crise vivida. De acordo com o previsto, o Executivo deveria quitar 2% da RGA na folha salarial de outubro e outros 2,19% na de novembro.

 

"Mais uma vez os servidores públicos do poder executivo se veem as voltas de um calote na sua Recomposição Geral Anual/RGA, achatando ainda mais seus salários, que mês a mês sem a devida reposição de perdas da inflação do ano anterior, vai perdendo o seu poder de compra e, junto perde toda sociedade e os setores econômicos que também dependem dos salários do funcionalismo para girar a roda da economia", diz a nota.

 

Entre os equívocos apontados pelo Fórum Sindical, está a alta rotatividade do secretariado do governador Pedro Taques. Apenas na Sefaz, já passaram pelo comando da pasta Paulo Brustolin, Seneri Paludo, Gustavo de Oliveira e Rogério Gallo. 

 

"Foi uma alta rotatividade na troca de comando das principais secretarias durante todo o governo Taques, dando a impressão que o estado havia se transformado num grande laboratório de experiências corporativas, mas desde o princípio do atual governo, os servidores vêm alertando para os equívocos, em especial da equipe econômica, a mesma que cometeu sucessivos erros na condução do estado e sua pujante economia, penalizando os servidores do Executivo", aponta a nota.

 

O Fórum Sindical não descarta uma nova greve por conta da RGA. Em 2016, os servidores públicos do Governo do Estado cruzaram os braços durante 30 dias, por conta do não pagamento da revisão, prevista em lei. 

Avalie esta matéria: Gostei +4 | Não gostei - 1



3 Comentários

Antonio - 05/11/2018

A gente vê comentário de pessoas que não vive a realidade do estado critica o funcionário público do poder executivo que está lutando pelo seu direito mas não critica outros poderes que por sinal já receberam o rga, se o executivo fizessem o mesmo na data certo não teria isso agora, agora vim falar de funcionários públicos vitalícios vai te catar e estudar para fazer concurso público para não ficar ai com inveja criticando os pais de família.

Mimio - 05/11/2018

Esse rafael é invejoso e incompatente. Vai estudar.

Rafael - 05/11/2018

Esse pessoal do Fórum e os servidores infelizmente só pensam neles e mais nada, greve em um fim de ano e troca de governo para que? vão trabalhar e botar em dia o trabalho atrasado que muitos órgãos estão. Acho justo mudar a legislação para tirar essa forçada "vitaliciedade" desse pessoal que só cobra, mas infelizmente uma boa parte não faz nada para merecer!

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA