Quarta-Feira, 11 de Julho de 2018, 10h:57

Tamanho do texto A - A+

Dorner é disputado por três pré-candidatos ao governo

Por: DANNA BELLE

O ex-deputado federal Roberto Dorner (PSD) confirmou dois convites recebidos para ocupar a vaga de vice-governador. O primeiro foi feito pelo atual governador, Pedro Taques (PSDB), e o outro partiu do senador Wellington Fagundes (PR). Sobre a terceira proposta, explicou houve apenas conversas, sem nenhuma oficialização.

 

dorner

 Roberto Dorner dividiu palanque com Pedro Taques em eleição passada

“Alguns filiados do Democratas cogitaram minha candidatura como vice do Mauro [Mendes], mas não há nada concreto. São conversas. Verbalmente eu recebi o convite de Taques e do Fagundes”, declarou.

 

Dorner afirma que não está inteirado sobre o rumo da sigla nas alianças partidárias para as eleições deste ano, “só saberei na hora de fechar as coligações”.

 

A indecisão pode se arrastar até 15 de agosto, quando encerra o prazo para os partidos políticos e as coligações apresentarem requerimento de registro de candidatos junto à Justiça Eleitoral, uma vez que os três pré-candidatos ao Governo do Estado, Pedro Taques, Wellington Fagundes e Mauro Mendes (DEM) estão tentando fechar com o PSD.

 

“Todos são amigos, eles pedem para fechar com seus partidos, mas quem comanda o PSD é o Fávaro, ele quem dá as cartas, desde que a maioria do partido esteja de acordo com a decisão”, relatou.

 

Dorner tem o favorito entre os grupos políticos, mas prefere não revelar sua opinião sobre a preferência por algum dos pré-candidatos a governador. “Eu tenho que acompanhar o partido”, finalizou.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei - 4

Leia mais sobre este assunto