Quinta-Feira, 07 de Fevereiro de 2019, 15h:20

Tamanho do texto A - A+

Funcionária do Atacadão morre ao tentar salvar colega em câmara fria

Por: LUIS VINICIUS

A funcionária do supermercado “Atacadão”, Joadir Rosa da Silva Siqueira Soares, de 45 anos, morreu após passar mal na câmara fria do estabelecimento, na manhã desta quinta-feira (7), no bairro Jardim Glória, em Várzea Grande.

 

Reprodução

atacadão de vg.jpg

 

Um funcionário, que não teve o nome revelado, também se sentiu mal e foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

 

Conforme informações preliminares, o trabalhador passou mal na câmara fria do supermercado. Ao perceber a condição do colega, Joadir tentou socorrer o homem e entrou no compartimento resfriado.

 

No espaço, a funcionária teria sofrido um mal-estar. Outros funcionários que estavam no local acionaram uma equipe do Samu, que encaminhou os dois trabalhadores ao Pronto Socorro de Várzea Grande (PSVG).

 

No entanto, antes mesmo de chegar à unidade de saúde, Joadir não resistiu e morreu na ambulância. O outro trabalhador foi internado no hospital. O estado de saúde dele não foi informado pelo PS.

 

Informações obtidas pela reportagem apontam que a mulher sofreu uma parada cardiorrespiratória. Porém, a causa da morte só será apontada após exame realizado pelo Instituto Médico Legal (IML).

 

O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

 

Veja a nota na íntegra

 

A rede informa que, na manhã desta quinta-feira (07), um funcionário terceirizado passou mal próximo à entrada da câmara fria da loja situada em Várzea Grande (MT). Ao perceber isso, uma outra funcionária terceirizada, que trabalhava no local, o auxiliou até a sala de repouso para receber os primeiros socorros. Enquanto esta colaboradora acompanhava o atendimento do colega, ela reclamou para as pessoas presentes que também estava passando mal, momento em que desmaiou, sendo socorrida pelos seguranças e líderes da loja até a chegada e atendimento pelo SAMU, sendo os dois encaminhados para o hospital. A rede lamenta a fatalidade, informa que os dois funcionários terceirizados utilizavam EPI no momento do ocorrido e que está à disposição das autoridades para auxiliar com as investigações. Segue ainda em contato com a empresa terceirizada para que seja dado o suporte devido aos colaboradores e seus familiares.