Sábado, 24 de Fevereiro de 2018, 16h:47

Tamanho do texto A - A+

Bebê que foi baleado em tentativa de resgate é transferido para o Júlio Müller

Por: LUIS VINICIUS

O bebê Vitor Hugo Camargo Martins, de 6 meses, que foi baleado durante uma tentativa de resgate de um detento, deverá ser transferido na próxima segunda-feira (26), para o Hospital Júlio Müller, localizado no bairro Alvorada, em Cuiabá. Na segunda-feira (26), o menino passará  por uma cirurgia de retirada do projétil. Ele não corre risco de morte, segundo a Secretaria Municipal de Saúde.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

upa morado do ouro/tiroteio/tentativa de resgate

 

O bebê foi atingido com um tiro no abdômen. O menino estava com a mão no peito, quando foi atingido. O projétil transfixou e parou nas costas da criança. Após o crime, Vitor foi encaminhado ao Pronto-Socorro de Cuiabá (PSM) e foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). No dia do crime, ele foi levado pela sua mãe, identificada como, Estefani de Camargo Santos, de 22 anos, até a unidade médica para tratar uma pneumonia. Além do bebê e a sua mãe, outras três pessoas ficaram feridas.

 

No entanto, só Vitor Hugo e Dayana da Silva Romão continuam internados. A mulher deve seguir o tratamento no Pronto-Socorro de Cuiabá (PSMC). Segundo a secretaria,  Dayana, que foi baleada no tórax, está em bom estado geral, sem queixa de dor no corpo, apenas algumas vezes sente dor na cabeça, sendo medicada conforme prescrição médica em uso de antibiótico.

 

Já a mãe do bebê, foi atingida de raspão no braço esquerdo. Ela recebeu alta na semana passada. Testemunhas disseram que ela ficou extremamente abalada com o caso.

 

A tentativa frustrada

 

A tentativa de resgaste aconteceu por volta das 17h30 de terça-feira (13). Na ação, os bandidos fortemente armados invadiram a unidade de saúde atirando e atingiram cinco pessoas ao tentarem resgatar o detento José Edmilson Bezerra Filho, de 30 anos, que estava preso no Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), em Cuiabá.

 

No momento do fato, a unidade médica estava com diversos pacientes aguardando atendimento. De acordo com o presidente do Sindicato do Agente Penitenciário (Sindspen), a tentativa de fuga foi frustrada pelos agentes, que trocaram tiros dentro da unidade hospitalar.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto