Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 17h:09

Tamanho do texto A - A+

Apreendido por tráfico, menino de 13 anos diz que vende droga em troca de comida

Por: LUIS VINICIUS

Um adolescente de 13 anos, foi apreendido pela Polícia Militar, ao ser flagrado comercializando cocaína, em uma avenida do bairro Ipase, na tarde desta quarta-feira (13), em Várzea Grande. Ao ser abordado, o menor que possui três passagens criminais, afirmou que vendia drogas a mando de dois conhecidos em troca de comida e entorpecentes para usar.

 

HiperNoticias

policia militar menores peso em vg.jpg

 

Conforme informações, policiais do 4º Batalhão estavam em rondas pelo bairro, quando viram o menor, T.I.S., em atitude suspeita. Os militares abordaram o adolescente e encontraram em seu bolso quatro porções de cocaína, um canivete e joias.

 

Ao ser questionado sobre a procedência dos materiais, o menor disse que estava vendendo drogas na região a mando de dois irmãos, seus conhecidos, que moram em uma kitnet no bairro Jardim Icaraí.

 

O adolescente disse ainda que vende entorpecente para os irmãos em troca de comida e de droga para usar. Ele possuí três passagens pelos crimes de furto, assalto a mão armada e receptação.

 

Diante das informações, os policiais questionaram o menino sobre o local onde os suspeitos moram. Os agentes foram até a residência indicada pelo menor, onde encontraram os dois irmãos. Os militares realizaram a abordagem em frente a casa dos suspeito e o menor reconheceu os dois como mandantes da venda de entorpecentes.

 

Os PMs deram voz de prisão aos suspeitos. Durante a prisão, o acusado A.R.P.S., tentou fugir, mas acabou batendo a cabeça em um guarda-roupa. Ele foi algemado e preso.

 

O outro suspeito, identificado como A.P.S., não reagiu e também foi preso. Ele possui 33 passagens criminais.

 

Na residência, ainda foram encontrados uma lata contendo maconha. Em uma fruteira da casa havia uma porção de cocaína.

 

Diante dos fatos, o menor e os outros dois suspeitos foram levados ao Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc) do Parque do Lago para providências.

 

Na unidade policial, o menor afirmou que não se alimenta de forma adequada e os outros suspeitos fornecem apenas biscoitos.

 

O caso será investigado pela Polícia Civil.

Avalie esta matéria: Gostei +2 | Não gostei - 2

Leia mais sobre este assunto