Terça-Feira, 12 de Fevereiro de 2019, 11h:26

Tamanho do texto A - A+

Dívidas de Campanha

Alan Cosme/HiperNoticias

paulo borges

 

O diretório nacional do PSDB assumiu as dívidas remanescentes da campanha do partido em Mato Grosso ano passado, de cerca de R$ 3 milhões. O martelo foi batido semana passada entre o presidente estadual tucano, Paulo Borges, e o presidente nacional, ex-governador Geraldo Alckim. A articulação, entretanto, foi do ex-deputado federal Nilson Leitao, que goza de grande prestígio com a cúpula nacional da legenda. De acordo com Paulo Borges, já foi encaminhado ao Diretório Nacional um relatório com o valor da dívida e os respectivos credores. “O nacional fará um cronograma para saldar esse passivo e vai começar imediatamente”, explica Borges à coluna. O próximo passo é tentar o mesmo caminho para as dívidas da campanha de Wilson Santos à prefeitura de Cuiabá em 2016.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei - 1