Terça-Feira, 12 de Fevereiro de 2019, 14h:39

Tamanho do texto A - A+

Homem é condenado a seis anos de prisão por matar desafeto a tiros no Pedregal

Por: WILLIAN BELTER

O réu Renato Pereira de Oliveira foi condenado a seis anos e seis meses de prisão, em regime semiaberto, pela morte de Valmir Mendes de Almeida. O caso foi julgado em júri popular, na quinta-feira (07), e a sessão presidida pela juíza Mônica Catarina Perri, da Primeira Vara Criminal de Cuiabá.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

juiza monica catarina perri

 Juíza Mônica Catarina 

Consta na denúncia feita pelo Ministério Público Estadual (MPE), que o crime foi cometido em 2010, em uma construção no bairro Pedregal, em Cuiabá. 

 

“O acusado, por motivo torpe e mediante recurso que dificultou a defesa, fazendo uso de uma arma de fogo, efetuou disparos na vítima Valmir Mendes de Almeida provocando-lhe os ferimentos descritos no Laudo de Exame de Necropsia”, diz trecho da ação.

 

Ainda conforme o documento, após cometer o delito o réu deixou a cena do crime. Antes, porém, se certificou de trancar o portão de acesso ao imóvel para ganhar tempo na fuga, antes que alguém localizasse o cadáver.

 

O Conselho de Sentença reconheceu que o réu cometeu o crime e votou pela condenação. Diante da decisão, a magistrada proferiu a sentença condenatória.

 

“Pelo exposto e considerando a vontade soberana do Conselho de Sentença condeno o réu Renato Pereira de Oliveira, qualificado nos autos, à pena privativa de liberdade de seis anos e seis meses de reclusão, no regime inicial semiaberto”, consta na sentença.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei