Domingo, 19 de Novembro de 2017, 16h:50

Tamanho do texto A - A+

Loja de cosméticos iniciada no Facebook aposta no cliente e se expande por Cuiabá

Por: CAMILLA ZENI

Quem pensa que todo empresário nasce em berço de ouro se engana. Na realidade, a maioria precisa suar muito a camisa para conseguir um bom status. Foi assim também a história da Original Cosmétics, uma das mais recentes lojas do centro de Cuiabá. Para chegar até a inauguração de uma loja física, o proprietário foi de cantor de funk à vendedor de porta em porta, passando por redes sociais e criação de um site.

 

Divulgação

original cosmeticos

 Augusto oferta brindes aos clientes

O empresário da vez é Augusto Cesar Silva dos Santos, de 25 anos. Filho de pedreiro e de comerciante, Augusto aprendeu desde cedo que a vida não é fácil para quem não gosta de trabalhar. Foi também desde cedo que ele pegou gosto pelo empreendedorismo. Ainda na porta de casa, em Várzea Grande, começou a vender espetinhos para juntar um dinheiro.

 

Outro ramo também explorado por Augusto foi o do funk. Dos 12 aos 22 anos, ele se aventurou como MC nos bailes de Cuiabá e Várzea Grande. Sucesso: chegou a ter videoclipe gravado e trabalhou como promotor de eventos. No entanto, desistiu da carreira quando percebeu que não conseguiria atingir o status que sonhava.

 

“Nunca fui bom na escola”, confessou Augusto ao HiperNotícias. No entanto, em uma matéria ele sempre se destacou: relacionamento interpessoal. Comunicativo, criativo e prático, tentou a formação em Publicidade e Propaganda, mas desistiu no segundo semestre. Resolveu dar mais uma chance à formação e ingressou para o curso de Engenharia Civil. Mais uma vez, desistiu - dessa vez no quinto semestre, metade do curso.

 

 Por cerca de três anos, Augusto trabalhou em uma grande empresa do ramo da construção em Cuiabá, na área de vendas. Lá, apenas aumentou seu desejo de empreender. Foi ali que sua vida teve uma reviravolta.

 

A Original Cosmétics, hoje fisicamente na Avenida Joaquim Murtinho, n. 433, começou de porta em porta, quando Augusto pegou todo o dinheiro que recebeu com a rescisão trabalhista. Louco para investir, foi aconselhado a comprar produtos no Paraguai. Pegou tudo o que tinha, seus R$ 5 mil, e comprou perfumes. Passou sufocos sendo camelô. Logo na primeira viagem, chegou a ser parado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), mas foi “salvo” pelo acaso. O trabalho como camelô durou até 2015, quando houve alta no dólar.

 

À época, um produto de cosmético era bastante procurado nos grupos de vendas do Facebook - principal meio de divulgação da Original. Augusto percebeu que muita gente procurava pelo material. Ligou para diversas lojas de cosméticos,  mas que ninguém na cidade tinha. Foi, então, que enxergou uma oportunidade. “Aquele produto salvou minha vida”, comentou.

 

Augusto procurou a distribuidora, a fim de começar a revender o produto, e foi alí outro passo importante para a Original. Era preciso um registro de CNPJ. Foi quando ele passou de camelô a empreendedor. Comprou, inicialmente, 12 potes. Vendeu tudo no mesmo dia, utilizando Whatsapp e Facebook como meios de divulgação. A demanda crescia e ele queria atender a todos. Precisava de mais produtos. “Liguei encomendando uma quantidade alta. Mas eu não tinha dinheiro para pagar. O pedido deu R$ 14 mil. Vendi todos os perfumes que eu ainda tinha, peguei um dinheiro, juntei e tinha dado R$ 7 mil. Falei que pagava metade antecipado e metade na entrega. Então eu tinha que dar conta de vender os R$ 14 mil”, se lembrou.

 

Divulgação

original cosmeticos

 De cantor de funk à empreendedor de sucesso em três anos: Augusto conta trajetória

 

De porta em porta, grupo em grupo, divulgação atrás de divulgação, a Original Cosmétics foi crescendo e se estruturando. Logo passou a ter um cômodo da casa só para a separação dos produtos. Depois, cresceu mais, criou um escritório onde trabalhavam Augusto, a então namorada Nathalia, e um motoboy. Todos acreditaram no crescimento da empresa e, hoje, fazem parte do sucesso. Nathalia se casou com Augusto, e o motoboy se tornou gerente da loja.

 

Exemplo de crescimento rápido e boa gerência, a Original Cosmétics contratou um colaborador por mês e encerrou 2016 com mais 12 funcionários. Para dar conta das vendas, investiram em um site para a marca (www.originalcosmetics.com.br), atendendo, hoje, clientes de todo o país. A demanda por uma loja física, porém, era grande, o que levou Augusto a se fixar no centro de Cuiabá, inaugurando a primeira loja em junho de 2017.

 

Confira, abaixo, perguntas e respostas com o empreendedor nato:

 

HiperNotícias - Qual é o desafio de se fixar no mercado, sendo tão novo e vindo de outro tipo de vendas?

Augusto - Eu acho que o maior desafio foi superar a visão do mercado. Quando eu comecei, só se falava em crise. Então, eu sempre foquei e acreditei que, com um trabalho diferenciado, focado no cliente, focado no atendimento, sempre acreditei que seria um diferencial para a minha empresa. E desafio é assim. Eu amo o que eu faço e acredito no meu trabalho. São coisas que me motivam.

 

HiperNotícias - Você falou em diferencial. Como é o foco no cliente que você propõe?

Augusto - Nós somos uma loja voltada muito para a satisfação do cliente. Acreditamos que é igualmente importante você fidelizar clientes e conquistar novos. Então temos esse diferencial. Nós somos uma loja que dá brinde aos clientes, por exemplo. Em qual outra loja de cosméticos você vai comprar um creme e ganha manicure grátis? Nós temos brindes, sorteios, o Dia da Beleza. Acredito que, quando você foca em satisfazer o cliente, o crescimento vem, porque a sua maior propaganda hoje é o seu cliente.

 

HiperNotícias - De onde vem sua visão de mercado?

Augusto - Como eu disse, eu nunca gostei de estudar. Mas eu tive que ler. Tive que buscar um referencial em grandes empresários. Fui ler bastante e participei de palestras. Além das experiências que eu tive enquanto funcionário de uma boa empresa, foi onde aprendi muita coisa também.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

original cosmedico

 

HiperNotícias - Você acredita que há mercado para quem quer empreender nesse ramo?

Augusto - Eu acredito que, independente do setor, da área, se você tem 1% de chance já é o suficiente para quem quer fazer alguma coisa. Então, seja na área de cosmético, da beleza, vestuário, enfim, acredito que, se um conseguiu, você também consegue. Hoje, mais de 50% do sucesso da empresa não está na mão do mercado aí fora, mas do próprio empreendedor. Acho que o desafio que move o empreendedor é diário. Ele tem que buscar através da persistência.

 

HiperNotícias - Qual seria o passo a passo para essa pessoa que sonha em ser empreendedor?

Augusto - Primeiro, tem que ter fé, tem que acreditar no seu projeto, naquilo que você quer realizar. Segundo, trabalho duro. Se você abre uma empresa pensando que quer trabalhar pouco, então não abre. Terceiro, resiliência. Quarto, aprendizado. Você pode ser a pessoa mais esforçada que tiver, ter muita vontade, mas se você não se atualizar e buscar conhecimento, dificilmente você consegue crescer, porque estamos em um mundo de constante mudanças.

 

HiperNotícias - Há planos para o futuro?

Augusto - São desafios, né? A gente vai agora, em 2018, abrir duas novas unidades em regiões estratégicas para evitar que a população  tenha que se deslocar até o Centro para adquirir nossos produtos.

Credito: Alan Cosme/HiperNotícias
Credito: Alan Cosme/HiperNotícias
Credito: Alan Cosme/HiperNotícias
Credito: Alan Cosme/HiperNotícias
Credito: Alan Cosme/HiperNotícias
Avalie esta matéria: Gostei +11 | Não gostei - 2

Leia mais sobre este assunto