Sábado, 06 de Janeiro de 2018, 16h:00

Tamanho do texto A - A+

Indicadores apontam que mais de 55% da população aprova atendimento dos motoristas do transporte público

Por: REDAÇÃO

Mais de 55% da população cuiabana aprova o atendimento dos motoristas de ônibus do transporte público da Capital, apontou pesquisa de opinião realizada pela Agência Municipal de Regularização de Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (Arsec) entre 7 e 31 de agosto de 2017.  A pesquisa também mostra que 78,48% avaliam que os motoristas são prudentes no trânsito. Já nos indicadores de segurança, mais de 75% disseram não ter passado ou presenciado assaltos nos ônibus. No geral, 46,39 pontuaram que o sistema de transporte público melhorou no último ano.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

onibus

 

“Cuiabá está mudando. Estamos trabalhando continuamente em todas as esferas para que as melhorias aconteçam e nossa cidade se transforme, resgatando a força do povo cuiabano. Este resultado positivo em vários indicadores do transporte público é um exemplo dessa força-tarefa de um ano de serviço prestado à população, onde já cumprimos mais de 25% das promessas de campanhas e vamos avançar ainda mais, rumo a Cuiabá 300,” observa o prefeito Emanuel Pinheiro, que inaugura nesta sexta-feira (5), o primeiro ponto de ônibus do estado movido à energia solar.

 

Ainda segundo a pesquisa, 42% da população cuiabana aprovou as faixas preferenciais de pedestre, dizendo que o tempo das viagens foi reduzido com as instalações das novas sinalizações. De acordo o diretor de Transporte da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) o resultado é fruto de um intenso trabalho em ação conjunta entre município e as empresas do transporte público, que continuamente vem desenvolvendo capacitações junto a este grupo de funcionários, visando o melhor atendimento aos usuários dos coletivos.

 

“São parcerias importantíssimas para nossa Capital. Antes tínhamos um quadro muito negativo nessa esfera, devido ao alto número de registros em reclamações voltadas para o transporte público e uma demanda abrangente na questão comportamental dos motoristas, acarretando um descontentamento os nossos usuários. Diante deste contexto, começamos realizar este trabalho sucessivamente e agora já estamos vendo os resultados positivos. É um tarefa de plantar ‘sementinhas’, pois se trata de mudara a cultura de pessoas  e isso  leva um tempo, mas com perseverança acreditamos que vamos chegar mais longe, melhorando Cuiabá  e a colocando entre as cidades com melhor índice de conscientização no trânsito,” diz Nicolau.

 

O acesso à informação também foi lembrado na pesquisa. 56,98% que já buscaram/buscariam os órgãos de transporte para denúncias, reclamações ou sugestões, com retorno positivo para os que buscaram.

 

A pesquisa foi realizada por meio de amostragem, respondida por 1.580 pessoas, sendo 51,39% corresponde ao público feminino e 48,61% masculino. Desses, 59,68% disseram ter ensino médio completo, 19,49% superior a mais, 15,25% fundamental e 5,57% não informaram.  54,56% das abordagens foram feitas dentro dos ônibus e 45,44% nos pontos de ônibus.

 

Em 2017, 68 milhões de usuários – pagantes e não pagantes - usaram o transporte público na Capital.   

 

Melhorias para os usuários do transporte público

Linhas expressas – Como o objetivo é reduzir o tempo de viagem entre os bairros e o Centro da capital, no horário de ‘pico’, Cuiabá agora conta com quatros linhas expressas, circulando desde abril de 2017 na região do Coxipó, com linhas nos bairros Pedra 90, Osmar Cabral, Parque Cuiabá, Santa Terezinha. Com as linhas em circulação, o tempo de percurso das viagens já foi reduzido em até 60%. A previsão e que mais uma linha seja implantada em 2018.

 

Estação Alencastro – Com previsão para ser entrega à população ainda esta semana, a Estação Alencastro irá receber até cinco mil passageiros por dia, com uma capacidade de acomodação simultânea equivalente a 760 pessoas, a estação traz uma tecnologia inovadora idealizada pelo prefeito Emanuel Pinheiro, a fim de proporcionar viagens mais confortáveis e seguras. Com a instalação de 150 placas solares, o novo ponto de parada será climatizado e vai operar de maneira sustentável e eficiente, aos moldes dos padrões internacionais que vigoram na construção de abrigos de ônibus nas principais capitais do mundo.

 

A estação será o ponto de parada mais utilizado pelos usuários que contam com o transporte público para se direcionar a locais como o Santa Amália, Terminal do CPA I, Grande Terceiro, Terminal Antártica, Jardim Gramado, Santa Terezinha, Pedra 90, entre outros. As nove linhas que passarão diariamente pelo local correspondem a 107, 604, 320, 340, 608, 410, 711, 605 e 609.

 

Ao todo, uma frota equivalente a 41 veículos fará sua parada em horários pré-estabelecidos no espaço. O fluxo de percursos efetuados também será elevado nos horários de pico. Das 6h às 8h, cerca de 100 viagens serão feitas. Entre às 11h e 13h, 71 serão realizadas, enquanto ao final do dia - mais precisamente entre às 16h e 18h - o número volta a crescer, atingindo aproximadamente 85 corridas.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei