Sexta-Feira, 27 de Abril de 2018, 11h:13

Tamanho do texto A - A+

DEM não lançará candidato ao Governo

Blog do Mauro Cabeçalho

 

O Democratas abre mão, mais uma vez, do protagonismo eleitoral. O partido perdeu o “time” com a indefinição das candidaturas de Mauro Mendes e de Jayme Campos. Tudo indica que o DEM vai se contentar em apoiar outras candidaturas como a do governador Pedro Taques (PSDB) ou do senador Wellington Fagundes (PR).

 

 
Com Fávaro
O republicano Wellington Fagundes avança e amplia sua base de apoio. O senador que já tinha o PR, o PMDB e o PP, entre outras siglas partidárias, fechou entendimento com o PSD e terá o ex-vice-governador, Carlos Fávaro, numa das vagas da disputa.
 


Propaganda
A se confirmarem as alianças partidárias até agora sinalizadas, a candidatura de Wellington Fagundes ao Governo é a que deverá ter mais tempo de rádio e televisão no horário de propaganda eleitoral. Muito mais tempo que a campanha a reeleição do governador Pedro Taques.


 
Impeachment
O governador de Minas, o petista Fernando Pimentel, sobre um processo de impeachment no legislativo mineiro. Os motivos arguidos são o escalonamento de salários, os atrasos nos repasses do duodécimo aos poderes, bem como de ICMS e outras verbas aos municípios.

 


Tranquilo
O tucano Pedro Taques, que enfrenta dificuldades semelhantes na gestão dos recursos públicos em Mato Grosso, está longe de ter seu mandato ameaçado por um processo de impeachment. Taques mantém ampla maioria no Legislativo e conta com a generosa compreensão do Judiciário.


 
Dois discursos
Em Minas, o PT defende Pimentel e responsabiliza a crise econômica nacional pelas dificuldades estaduais. Em Mato Grosso, o discurso petista acusa Pedro Taques de incompetência na gestão do Estado.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei