Terça-Feira, 12 de Novembro de 2013, 08h:00

Tamanho do texto A - A+

Córregos e rios: descaso ambiental

A cada período de chuvas em Cuiabá e Várzea Grande são carreados para os córregos, ribeirões e rios Cuiabá e Coxipó mais de 90 toneladas de detritos

Por: JUACY DA SILVA







Hugo Dias/HiperNotícias

O descaso de nossos governantes municipais, estaduais e federais (poderes executivo, legislativo e judiciário) em relação ao meio ambiente, ao longo de mais de meio século, está transformando nossos rios, córregos, lagoas, bacias oceânicas e inclusive o Pantanal mato-grossense em um grande esgoto a céu aberto. O Brasil vive rodeado e em meio a um grande esgoto, inclusive moral.


Outro descaso em relação aos nossos rios e córregos é a contaminação provocada por toneladas de agrotóxicos e outros poluentes utilizados pela agricultura, chamada de moderna, principalmente em áreas de grandes plantações, onde apenas a busca do lucro motiva os grandes interesses econômicos e financeiros, deixando o passivo ambiental para a população que sofre as conseqüências dessa visão imediatista.

Dois grandes exemplos podem ser vistos no que aconteceu com a bacia dos Rios Tietê, Tamanduateí e Pinheiros em SP, o que acontece com a baia da Guanabara e a Lagoa Rodrigo de Freitas no Rio de Janeiro e o que também acontece em Cuiabá, Várzea Grande e demais municípios do entorno da bacia do Rio Cuiabá, cujos esgotos são canalizados diretamente para os córregos, ribeirões e rios que fazem parte desta importante bacia para a vida do Pantanal.

O crescimento desordenado de Cuiabá e Várzea Grande, com a ocupação irregular de áreas verdes, áreas de proteção ambiental, a especulação imobiliária, acabaram por destruir todas as nascentes dos 28 córregos existentes em Cuiabá e 20 em Várzea Grande, destruíram praticamente toda a possibilidade de vida aquática e também de recuperação dessas nascentes, muitas das quais foram aterradas irregularmente para a construção de vias públicas e edifícios comerciais e residenciais, ante o olhar compassivo, omisso e conivente das autoridades construídas. Pior do que isso, muitas dessas ocupações irregulares foram estimuladas por políticos inescrupulosos que trocaram a preservação e proteção ambiental pela demagogia eleitoral e votos de incautos moradores.

A cada período de chuvas em Cuiabá e Várzea Grande são carreados para os córregos, ribeirões e rios Cuiabá e Coxipó mais de 90 toneladas de detritos, além aproximadamente 80 toneladas de esgoto in natura produzidas pela população de Cuiabá e pelo menos 35 toneladas pela população várzea-grandense. É muita sujeira sendo carreada para o Rio Cuiabá que está com seus dias contados.

Cuiabá está entre as 90 maiores cidades do Brasil e ocupa a 65ª posição em relação a tratamento de esgoto, com apenas 28%, juntamente com Várzea Grande formam o maior aglomerado urbano de MT, estando próximo de um milhão de habitantes, e comparado com outros aglomerados urbanos ou cidades gêmeas, está nas últimas posições no ranking ambiental em se tratando a limpeza urbana e saneamento básico.

É triste ver uma situação como esta, exatamente no momento em que nossos governantes ficam muito eufóricos para “mostrarem” aos nossos visitantes da COPA da FIFA, nossas belezas e potencialidades. Será como vão fazer para esconder essa vergonha que são nossos córregos, rios e ribeirões que se transformaram em esgotos a céu aberto? Muita coisa precisa ser feita para que o legado da copa seja de fato um legado de qualidade de vida para a população e não um grande marketing eleitoral para candidatos inescrupulosos, ávidos de poder e suas benesses!



*JUACY DA SILVA
é professor universitário, titular e aposentado UFMT, mestre em sociologia, Email professor.juacy@yhoo.com.br Blog www.professorjuacy.blogspot.com Twitter@profjuacy

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto




1 Comentários

Julio Muzzi - 13/11/2013

Li a matéria, do início ao fim, e realmente, desprovido de emocionalidade, providencias tem que serem tomadas. Hoje Eu vejo Vereadores/Administração Municipal, entusiasmados com o início da gestão. Seria também uma bandeira a ser levantada; inclusive pela população cuiabana.

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA