Terça, 17 de janeiro de 2012, 14h36

Tamanho do texto A- A+
CENÁRIO DA EDUCAÇÃO
Após 20 anos de fila no Liceu Cuiabano, Seduc quer implantar sistema eletrônico para matrículas
A medida vem para minimizar ou erradicar situação vista na manhã de segunda-feira (16) quando muitos pais promoveram tumulto em frente ao Liceu Cuiabano para garantir uma vaga


ALIANA CAMARGO

 

Mayke Toscano/Hipernoticias

Fila para conseguir estudar no Liceu Cuiabano Maria de Arruda Müller existe a pelo menos 20 anos

As filas formadas para conseguir uma vaga no Liceu Cuiabano Maria de Arruda Müller existem há pelo menos 20 anos e, somente agora, depois da confusão na manhã de segunda-feira (16), a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) estuda implantar um sistema eletrônico via internet para efetivar novas matrículas de alunos.

A medida é para evitar grandes filas durante o primeiro dia oficial de matrículas em escolas estaduais.

De acordo com a secretária-adjunta de Políticas Educacionais da Seduc, Fátima Resende, em 2010 o Estado implantou o diário eletrônico, que é utilizado pelos professores, uma tecnologia ainda nova para os servidores.

“A questão da tecnologia está sendo estudada, uma equipe de planejamento está verificando o sistema para acabar com as filas”, disse a secretária-adjunta.

Um contraponto dado por Fátima Resende é de que houve uma fila enorme de pais em frente a escola do Sesi (particular) para conseguir também uma vaga para seus filhos e a mídia não deu cobertura para este fato, que só deu repercussão por ser escola estadual e ser o Liceu Cuiabano, pontuou.

“A mídia divulgou (sobre a fila no Liceu) e os pais queriam ir lá para ter uma vaga”, disse.

 

Mayke Toscano/Hipernoticias

Fátima Resende, da Seduc, informou que equipe de planejamento estuda efetivação da matricula via internet

Fátima Resende disse que também não viu a grande quantidade de pessoas em frente ao Liceu Cuiabano como uma confusão e sim um direito dos pais de se organizarem e lutarem para conseguir o que queriam.

Pelo fato do prédio ser histórico e por algumas personalidades terem estudado no local reforça, para a secretária-adjunta, a procura pelo Liceu Cuiabano. “Porque é uma escola centenária (132 anos) acontece esse imaginário entre os pais”.

DISTRIBUIÇÃO JUSTA DE VAGAS

A grande procura por uma vaga na escola Liceu Cuiabano levantou uma questão: qual seria a maneira mais justa para distribuir as vagas entre tantos pais e responsáveis que queriam seus filhos na escola, mas que não tinha vagas para todos?

A reportagem questionou os pais que estavam na fila e durante os dias em que eles estiveram de plantão para conseguir inscrever os seus filhos em uma instituição que les consideravam de referência. Eles acreditavam que o caminho era ter modelos iguais aos aplicado no Liceu, porém esse “modelo” de que falavam, segundo alguns, era de que os professores eram mais qualificados.

Este modelo, segundo Sintep e Seduc, é um equívoco, já que os professores são os mesmos em toda a rede estadual.

A secretária-adjunta Fátima Resende também acredita que há um imaginário entre os pais que acreditam que o Liceu é a melhor escola para seus filhos aprenderem.

“O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) demonstra que o resultado da proficiência são as mesmas para outros escolas do Estado”, disse Fátima.

Sobre a distribuição de vagas a secretária-adjunta disse que em outros Estados da Federação a obrigatoriedade é que os pais matriculem seus filhos em escolas próximas de suas residências.

“A opção de Mato Grosso é deixar a escolha para os pais, com abertura democrática, mas em outros estados a política é colocar os filhos perto das casas onde mora para um melhor acompanhamento dos responsáveis”, disse Fátima Resende.

Fátima Resende, que atua há 30 anos na educação em Mato Grosso, disse que suas duas filhas estudam em escolas públicas.

“Coloco minhas filhas em colégio público por uma concepção, uma ideologia. Sou professora há 30 anos e acredito que escola pública tem qualidade. Para mim é o melhor espaço democrático e de desenvolvimento do humano”, disse.

A professora que está licenciada para assumir o cargo na Seduc defende que os políticos do país deveriam ter seus filhos em escolas públicas.  

SINTEP

Gilmar Soares Ferreira, presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Rede Pública de Ensino (Sintep),  atribui a confusão na manhã de segunda em frente ao colégio Liceu Cuiabano a um único diferencial: a linha arquitetônica do prédio.

“A escola tem um pé direito alto, com um porte estrutural, isso motiva os pais a quererem seus filhos no Liceu, mas no ponto de vista da qualidade (ensino) não tem diferença”, disse o Gilmar Soares.

Além da imagem estrutural que Gilmar Soares qualifica como “invejável” para outras escolas do Estado, o presidente do Sintep também concorda com a Seduc e acredita que a passagem de várias personalidades pelo Liceu Cuiabano acaba criando um imaginário de escola de referência.

Gilmar Soares cita três escolas, entre várias, segundo ele, que estão se destacando na rede estadual e que não são comentadas por não estarem no centro da cidade.

“Temos a escola Agenor Ferreira Leão, no bairro Tijucal que tem uma grande participação dos pais e tem um projeto Político Pedagógico muito bem definido. Além disso temo a Dom José, no Despraiado, atrás da Rodoviária, e também temos a escola Jaiminho Campos, em Várzea Grande”, disse.

Gilmar Soares também acredita que os pais têm direito a vagas em escolas onde querem, mas com critério. “Não deve ser proibido um aluno de Várzea Grande querer estudar no CPA, mas a escola deve priorizar os alunos que moram perto da colégio”, defendeu.

 

 

 

 

 

 

 



 
Transp
Avalie esta matéria:  
1 Comentário(s).
A secretária-adjunta da Seduc, Fátima Rezende, disse que ninguém deu importância à fila no Sesi Escola e criticou a imprensa por não citar isso. Ora, lá não teve empurra-empurra, sufoco, tumulto, nem Polícia Militar. É demais para o meu fígado!
enviada por: Maximiliano Fonseca    Data: 17/01/2012 15:03:55
Comente está matéria

Leia mais sobre este assunto:
»Renovando lembranças
»Jogo de cintura
»Dia de matrícula no Liceu é marcado por tranquilidade e organização
»Centenas de pais acampam em busca de vagas em escola de Cuiabá
»Cuiabano é classificado entre os 50 melhores do país no Ídolos 2012
»Cantor cuiabano é classificado para etapas finais do 'Ídolos 2012'
»VLT Cuiabano
»Cuiabano, jogador de futebol americano vai treinar nos EUA
»Após 20 anos de fila no Liceu Cuiabano, Seduc quer implantar sistema eletrônico para matrículas
»Mãe passa mais de 60 horas em fila para garantir vaga em escola pública
»Primeiro dia de matrícula no Liceu é marcado por tumulto e intervenção da Polícia Militar
»Ivens Scaff lança seu primeiro livro de poesias no Sesc Arsenal

Confira também nesta seçao:





Copyright © 2013 - HiperNotícias - Todos os direitos reservados